João Carlos Paes Mendonça pede que campanha estimule pessoas a ajudar quem sofre com o coronavírus

Presidente do grupo JCPM pede sensibilização de empresários e profissionais liberais na ajuda de pessoas necessitadas em virtude da pandemia da covid-19

ENTREVISTA
João Carlos Paes Mendonça pede que campanha estimule pessoas a ajudar quem sofre com o coronavírus

João Carlos Paes Mendonça pede engajamento e solidariedade na luta contra o novo coronavírus - Foto: Acervo JC Imagem

Em entrevista ao Passando a Limpo desta quarta-feira (13), o presidente do Grupo JCPM, João Carlos Paes Mendonça, reforçou o pedido de engajamento de pessoas interessadas em ajudar na campanha Atitude Cidadã - Está em Nossas Mãos, que está arrecadando dinheiro e donativos para diversas instituições sociais de Pernambuco com o objetivo de ajudar afetados pela pandemia do novo coronavírus.

Leia também: Saiba como funcionará campanha para apoiar instituições em meio à pandemia

Fazer o bem aumenta nossa felicidade e melhora a saúde emocional e mental, diz médico sobre boas ações na pandemia

“Hoje é um dia totalmente especial para nós todos do Sistema Jornal do Commercio e do Instituto JCPM. É uma campanha importante porque não só vai ter a contribuição em dinheiro e material para instituições sérias e necessitadas, mas também estamos despertando que as pessoas se integrem nesses projetos sociais. Nós esperamos que os empresários, os profissionais liberais, e inclusive os funcionários públicos e de todos os segmentos, também colaborem com essas ações”, afirmou João Carlos.

O empresário relembrou a importância da população ficar em casa para evitar a propagação da covid-19 e que o mundo passa por uma profunda transformação. “A sociedade tem que se unir e acordar. Eu acho que após a crise vai haver muita reflexão e as pessoas vão entender que o mundo mudou e não será mais o mesmo. Agradeço aos nossos colaboradores e convoco todos profissionais a participar e que cada um seja solidário neste momento difícil”, afirmou.

Ouça a entrevista na íntegra:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.