ISOLAMENTO

Pernambuco prorroga fechamento do comércio até 31 de maio


Decisão está incluída no decreto estadual que trata da intensificação das medidas de isolamento social em Pernambuco

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 15/05/2020 às 15:13
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

O Governo de Pernambuco prorrogou a suspensão do funcionamento de estabelecimentos comerciais, industriais e prestadores de serviço no estado até o dia 31 de maio. A suspensão estava determinada até esta sexta-feira (15), mas o governador Paulo Câmara assinou novo decreto, que foi publicado no Diário Oficial desta sexta.

A exceção fica para as atividades consideradas essenciais, já previstas no decreto estadual nº 49.024/2020, que estabelece o período de quarentena em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife, entre os dias 16 e 31 de maio, como estratégia para ampliar o isolamento social e reduzir a curva de transmissão do novo coronavírus no Estado.

Quarentena na RMR

A prorrogação do prazo de fechamento do comércio, indústria e empresas prestadoras de serviços está prevista no artigo 15º do decreto estadual, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (15). O mesmo documento trata da intensificação de medidas restritivas da quarentena, determinada pelo Governo do Estado no início da semana, e que entrará em vigor a partir deste sábado (16) no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Entre as medidas adotadas está o rodízio de veículos em dias alternados, de acordo com o último numeral da placa (par ou ímpar). A restrição à circulação de veículos e o fortalecimento da fiscalização nas ruas e em estabelecimentos comerciais são medidas que visam coibir ao máximo a circulação de pessoas nestas cinco cidades, que concentram mais de 70% das notificações de contaminação pela Covid-19 no Estado. O isolamento social é cientificamente comprovado como a forma mais eficiente de evitar a transmissão do vírus.


Mais Lidas