Secretário da SDS diz que ampliação da quarentena mais rígida não está descartada

Quarentena mais rígida teve início no último sábado (16) em cinco municípios de Pernambuco

ISOLAMENTO SOCIAL
Secretário da SDS diz que ampliação da quarentena mais rígida não está descartada

"Quanto mais isolamento, menos mortes a gente tem", disse o secretário - Foto: Bruno Campos/ JC Imagem

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, disse, nesta terça-feira (19), que há possibilidade da quarentena mais rígida ser ampliada. Desde o último sábado (16), as medidas de isolamento social foram endurecidas no Recife, em Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata. O decreto assinado pelo governador Paulo Câmara tem validade até o dia 31 de maio. 

“Quanto mais isolamento, menos mortes a gente tem, menos rapidez da transmissibilidade existe entre as pessoas. A depender do resultado, positivo ou negativo, é possível sim reavaliar uma ampliação das mediadas restritivas ou até mesmo uma diminuição”, disse

Em Pernambuco, depois de aumentar consideravelmente o índice de isolamento social durante o fim de semana, o número caiu cerca de 10% no primeiro dia útil. No entanto, o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua, essa queda era esperada, já que as pessoas retomam a rotina de trabalho.

“A gente percebeu que no final de semana [o indicador de isolamento social] aumentou consideravelmente. Na segunda-feira, naturalmente, houve uma redução desse isolamento em razão das pessoas voltarem a trabalhar e circular. Mas é importante deixar a mensagem de que só circulem se for necessário”, disse.

Fiscalização 

Segundo ele, as medidas de fiscalização estão sendo ampliadas. “Nós estamos ampliando de acordo com a dinâmica do que a gente está encontrando. Os bloqueios, por exemplo, são dinâmicos, a não ser 11 bloqueios que são fixos entre os municípios, para justamente evitar que as pessoas circulem entre esses cinco municípios que são objeto da quarentena”, disse.

A Secretaria de Defesa Social reforça que é necessária uma adesão de 70% para que as medidas restritivas surtam efeito para frear a aceleração da transmissão do coronavírus em Pernambuco.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.