Rádio Jornal e IJPCM celebram arrecadações com balanço da campanha Atitude Cidadã

Ao longo da campanha, o projeto arrecadou alimentos; produtos de higiene e limpeza, EPis e doações em dinheiro

SOLIDARIEDADE
Rádio Jornal e IJPCM celebram arrecadações com balanço da campanha Atitude Cidadã

Atitude Cidadã: está em nossas mãos - Foto: Artes SJCC

Em entrevista à Rádio Jornal nesta terça-feira (26), a diretora de Desenvolvimento Social do grupo JCPM, Lúcia Pontes, fez um balanço da campanha Atitude Cidadã - Está em nossas mãos. Com a colaboração de empresários de diversos setores da sociedade e de vários cidadãos, foi possível arrecadar R$ 1.479.880,00; 19 toneladas de material de higiene e limpeza; 102 toneladas de alimentos e 44 mil unidades de máscaras e EPis. Todas essas contribuições serão destinadas para dezenas de instituições e hospitais que atuam no combate ao novo coronavírus em Pernambuco.

"Não abrimos nenhuma conta do SJCC ou do Instituo JCPM. Apenas mobilizamos as pessoas sensibilizados em ajudar, indicamos as instituições e as pessoas depositavam diretamente na conta. Cumprimos com nosso objetivo que era fazer com que todos participassem. Hoje temos um saldo muito positivo. Não temos o que comemorar, porque ninguém comemora ajuda emergencial. Temos sim que compartilhar o agradecimento em ter a honra de ter contado com todas essas pessoas e empresas que se juntaram a nós", agradeceu Lúcia. 

A diretora também aproveitou para pedir às pessoas e empresas que continuem ajudando os mais vulneráveis neste momento difícil que o estado atravessa na crise do coronavírus. 

"Que as pessoas continuem atentas a isso. Não é com uma campanha, nem com uma cesta básica que a gente vai resolver o problema do coronavírus e de outras consequências econômicas que assolam as comunidades que mais precisam. Procurem as pessoas mais próximas de vocês, que reconheça que faz um trabalho sério. Nós cadastramos 58 entidades, todas com CNPJ e com legitimidade pública para receber as doações. Todas elas prestaram contas. Procurem quem faz um trabalho sério e quem mais precisa", finalizou.

Ouça a entrevista na íntegra: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.