SAÚDE

Após casos de bebês mortos com coronavírus, ginecologista alerta para falta de atenção com gestantes em PE


Pernambuco registrou dois casos de óbito fetal com o novo coronavírus

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/06/2020 às 15:59
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

são dois casos de nascimentos de bebês natimortos infectados com a covid-19 confirmados em Pernambuco. Para o médico ginecologista e obstetra Glaucius Nascimento, há descaso do Estado com a saúde das gestantes neste momento de pandemia.

Glaucius comenta que é importante ficar atento aos casos de natimortos com a covid-19 no estado pois Pernambuco já foi foco da epidemia da síndrome congênita do zika vírus que causou microcefalia em centenas de bebês. “Alguma coisa a gente precisa ter. Um cuidado a mais aqui. E a gente não está tendo. Eu acho que há uma falta de atenção especial com as gestantes durante a pandemia”, disse. “Era a hora da gente reforçar a importâncias das maternidades de baixo risco. A gente não vê isso, como a gente não vê um aumento das consultas de pré-natal”, completou.

Sobre os óbitos, o ginecologista aponta que não é possível dizer que essas mortes desses fetos foram causadas pela covid-19 “Nesses casos desses óbitos fetais, a gente não tem como dizer que foi da covid-19, o que a gente pode dizer é que foi com a covid-19, de acordo com as informações que a gente tem. Por exemplo, uma gestante com diabetes ela pode ter um óbito fetal. Essa causa de óbito realmente vai ser maior com o coronavírus. O coronavírus provavelmente é uma causa associada”, comentou.

Óbitos

O primeiro óbito aconteceu no último dia 28 de maio, foi confirmado em Pernambuco o primeiro caso de um natimorto infectado com a covid-19, ou seja, uma mulher deu à luz um bebê sem vida por conta da infecção pelo coronavírus. O caso, aconteceu no dia dezesseis de maio em um hospital particular do Recife. A gestante, uma profissional de saúde, estava com trinta e duas semanas de gravidez de um bebê do sexo masculino.

Neste domingo (31), Pernambuco confirmou mais um caso de natimorto pela covid-19, desta vez em pesqueira, no agreste do estado. O que acende o alerta para a possível contaminação por coronavírus com os bebês durante a gestação.

Cuidados

O ginecologista Glaucius Nascimento explica quais cuidados a mulher deve tomar caso seja infectada. “Pelas orientações do protocolo para gestantes do Governo de Pernambuco, ela deve procurar a unidade de saúde (...) apenas se tiver algum sintoma mais grave como dificuldade respiratória. A falta de ar é o principal sintoma. Se ela tiver dúvidas, ela deve ir uma unidade de saúde de menor porte, se estiver pouco sintomática”, disse.

Ele ainda lembrou que as gestantes podem buscar atendimento remoto. O Governo de Pernambuco disponibiliza o telefone (81) 2011.3255.

O especialista detalha os sintomas mais comuns e os cuidados em caso de recuperação em casa. “Sintomas de tosse, coriza, congestão nasal, dor no corpo, dor de garganta leve, ou mesmo calafrios e dores musculares, se ela não tiver intercorrência obstétrica estiver segura, ela vai ficar em casa, se hidratar, ter uma boa alimentação e ficar em isolamento por 14 dias”, disse.


Mais Lidas