Mão de milho varia entre R$ 20 e R$30 em plantão de São João no Ceasa

Plantão do Milho vai até o dia 24 de junho; Ceasa adotou medidas de segurança para garantir a segurança da população contra o coronavírus

PLANTÃO DO MILHO
Mão de milho varia entre R$ 20 e R$30 em plantão de São João no Ceasa

Expectativa do Ceasa é que as vendas de milho se equiparem ao ano passado mesmo com o coronavírus - Foto: Bruno Campos / JC Imagem

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, a procura pelos ingredientes de preparação das comidas típicas do São João começa a crescer em Pernambuco. Por isso, o Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa) adotou uma série de medidas de segurança contra à covid-19 para o início do Plantão do Milho, que começou na segunda-feira (15) e segue até o dia 24. A feira registrou uma movimentação grande na manhã desta quarta-feira (17), com muitas pessoas indo garantir o milho das festas juninas. 

>> Saiba as lojas e serviços que já funcionam em Pernambuco

>> Saiba como denunciar uso de fogos de artifício ou fogueiras, em Olinda

Diretor técnico operacional do Ceasa, Paulo de Tarso, conta que apesar de ter começado o Plantão do Milho um pouco mais tarde devido à crise do coronavírus, a expectativa de vendas é boa. "Em função da boa produção que vamos ter em Pernambuco e também em estados vizinhos, a perspectiva é que a oferta se equipare ao ano passado, na ordem de 12 a 13 milhões espigas de milho vendidas no Ceasa no mês de junho", afirmou.  

Como a procura pelo milho é muito grande nesta época, o consumidor sempre fica com a dúvida de quanto vai estar custando a espiga e a mão de milho. "O milho esse ano está com um padrão de qualidade melhor e os preços estão praticamente iguais ao ano passado. Hoje, no Ceasa, o cliente encontra a mão de milho variando de R$ 20 a R$ 30 com 50 espigas de milho. Esse é um bom preço tanto para o consumidor quanto para o produtor. A tendência é que a partir de hoje o fluxo de pessoas comprando milho comece a aumentar a cada dia, assim como a oferta do milho", garantiu.

Medidas contra o coronavírus

Com a tendência no aumento do fluxo de pessoas para os próximos dias, muita gente fica receosa em razão do coronavírus. Diante dessa preocupação, Paulo de Tarso explica quais medidas foram adotadas pelo Ceasa para garantir a segurança do vendedor e também do consumidor. "Diariamente o pátio do milho é devidamente higienizado. Estamos distribuindo máscaras, álcool em gel, colocamos lavatórios móveis para as pessoas constantemente higienizar a suas mãos. Estamos fazendo uma campanha também para que as pessoas venham fazer suas compras no período da tarde para evitar aglomerações e reforçamos a segurança na ordem de 50% do contingente para melhorar o trânsito e garantir a todos clientes e produtores uma boa compra e boas vendas", finalizou.

A organização do Ceasa reforça ainda que a população evite levar idosos ou pessoas do grupo de risco para a feira. O Plantão do Milho funciona 24h até a véspera do São João. Já no dia 24, funcionará até 13h. 

Ouça a reportagem de Cinthia Ferreira:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.