Hemope espera aumento nas doações de sangue após homossexuais ganharem direito de doar

O STF derrubou a restrição de doações de sangue por homossexuais

STF
Hemope espera aumento nas doações de sangue após homossexuais ganharem direito de doar

Ministério da Saúde atualizaram os critérios de doação nos bancos de sangue como uma ação preventiva em todo o Brasil - Foto: Marcelo Camargo/ABr

Em decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a restrição de doações de sangue por homossexuais. A maioria dos ministros do STF votou por tornar inconstitucional as regras da Anvisa e do Ministério da Saúde, consideradas como discriminatórias. A decisão foi dada no dia 8 de maio, mas só agora está sendo colocada em prática. A diretora de hemoterapia do Hemope, Anna Fausta, espera um aumento nas doações.

“A gente vai ter um novo público e a gente espera que realmente haja um aumento pelo menos na procura para vir doar e que a gente possa aumentar o nosso estoque”, disse.

Pelas regras passadas, homens que tivessem tido relações sexuais com outros homens nos últimos doze meses, não podiam doar sangue. Agora, com a recomendação do Ministério da Saúde, os hemocentros do país já estão adotando novos protocolos.

A diretora de hemoterapia do Hemope explica as mudanças. “Um homem que tivesse relação com outro homem, nos últimos doze meses, era dado como inapto para doação de sangue. Hoje, a gente não pergunta mais se houve alguma relação com outro homem nos últimos doze meses ou em qualquer outro tempo, essa pergunta não é mais feita. Não é feita nenhuma pergunta em relação à orientação sexual da pessoa e o que é feito é a mesma triagem que a gente faria com qualquer outra pessoa em relação ao comportamento sexual. Se há mais de dois ou três parceiros, se houve relação por troca de dinheiro, se houve relação sexual com uma pessoa que esteve em encarceramento há menos de 72 horas”, detalhou. “É o mesmo critério para as mesmas pessoas que estão se candidatando a doar sangue”, completou. 

Doação em tempos de pandemia 

Anna Fausta detalha como está sendo feita a doação de sangue neste momento de pandemia. “Como a gente está nessa época de pandemia, a gente está fazendo um agendamento pelo 0800.081.1535 para evitar aglomeração no hemocentro (...) As pessoas que estejam saudáveis, não deve estar com nenhum sintoma sugestível da covid-19 ou ter tido covid-19 até pelo menos 30 dias atrás, não ter tido contato com pessoas com suspeita de covid-19 até os últimos 14 dias, ter mais de 50 kg, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, precisa trazer um documento oficial com foto, não precisa vir em jejum, de preferência. Esses são requisitos mais básicos para vir fazer a doação”, detalhou.

Como agendar

Para agendar o atendimento no Recife, que funciona de segunda a sábado, basta ligar para o número 0800-081-1535. O agendamento é feito de segunda a sexta-feira entre as 07h e 19h. Para ligações interestaduais, ligue no (81) 3182-4630.

Já quem quiser agendar na sede de Caruaru, o número é (81) 3719-9569.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.