Pernambuco prorroga suspensão de aulas presenciais até 31 de julho

Secretaria Estadual de Educação elabora um plano de retomada das aulas presenciais

MEDIDA
Pernambuco prorroga suspensão de aulas presenciais até 31 de julho

Instituições continuam sem aulas presenciais - Foto: Reprodução/TV Jornal

Lucas Rocha

O Governo do Estado prorrogou nesta terça-feira (30) a suspensão das atividades presenciais nas instituições de ensino em Pernambuco até o dia 31 de julho. Com a medida, as aulas presenciais em escolas, faculdades e universidades públicas e privadas de Pernambuco seguem suspensas.

Através de nota, a Secretaria Estadual de Educação e Esportes destacou que a pasta está formulando um plano para retomada das aulas presenciais.

Veja a nota na íntegra:

“O Governo de Pernambuco prorroga a suspensão das atividades presenciais nas instituições de ensino em todo o Estado até o dia 31 de julho. A Secretaria de Educação e Esportes está trabalhando na elaboração de um plano para retomada das atividades presenciais que inclui um protocolo com diretrizes específicas para a Educação, observando todas recomendações pedagógicas e sanitárias.”

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (30), 382 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Agora, o Estado totaliza 58.858 casos já confirmados, sendo 19.496 graves e 39.362 leves. Também foram confirmados 47 óbitos, ocorridos desde o dia 03 de maio. Com isso, o Estado totaliza 4.829 mortes pela doença.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

- Evitar contato próximo com pessoas doentes.

- Ficar em casa quando estiver doente.

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

- Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

- Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.