Conscientização

Itamaracá instala placas educativas feitas por artesãos da ilha


Projeto instala placas em pontos estratégicos da ilha com mensagens educativas sobre o descarte de plástico no mar

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 05/07/2020 às 8:30
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

A Ilha de Itamaracá, no litoral norte pernambucano, em parceria entre a prefeitura com entidades não governamentais, promove o Projeto Aguamaracá, que instala, neste domingo (5), em pontos estratégicos, 30 placas estilizadas por artesãos locais com mensagens informativas e educativas sobre as consequências que o plástico provoca para o ecossistema dos mares, para a natureza como um todo e, consequentemente, para o turismo da Ilha e a vida dos moradores.

A ideia surgiu da engenheira francesa Mathilde Siband. Ela chegou a Itamaracá em março como turista e, pouco tempo depois, passou a cumprir a quarentena na cidade. Ela, que faz parte da associação francesa The Sea Cleaners, ONG francesa que está seguindo um "navio usina" para reciclagem em alto mar, de todos resíduos plásticos encontrado nos oceanos. Siband se encantou com a beleza da Ilha e se sensibilizou com a quantidade de plástico deixado pelas pessoas que visitam as praias todos os dias.

Ela então resolveu conversar com representantes de empresas e associações locais e idealizou o projeto que conquistou também o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo.

Artes

Artistas locais foram então convidados para estilizar 30 placas com frases que têm o objetivo de informar as pessoas sobre as graves consequências do plástico ao meio ambiente e como combater esse problema.


Mais Lidas