Apesar de críticas da Abrasel, Pernambuco mantém horário de fechamento dos bares

Governo Estadual estabeleceu o horário de 20h como limite para fechamento dos bares e restaurantes

REABERTURA
Apesar de críticas da Abrasel, Pernambuco mantém horário de fechamento dos bares

Bares e restaurantes reabrem no dia 20 de julho - Foto: FOTO: THIAGO BARRETO /RÁDIO JORNAL

Após o Governo de Pernambuco divulgar o dia 20 de julho como data de reabertura para os bares e restaurantes, com um protocolo específico de medidas sanitárias e ocupação máxima de 50% nesses ambientes, a Abrasel-PE criticou o horário estabelecido de 20h para o fechamento das atividades presenciais diárias. No entanto, apesar da insatisfação do setor, a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Maíra Fischer, disse em entrevista ao Passando a Limpo nesta sexta-feira (10), que nesta etapa de retomada econômica o horário será cumprido.

“Eles vão voltar com horário até 20h. Fizemos uma série de reuniões com o setor, entendendo todos os protocolos que precisam ser seguidos e a partir daí a gente chegar nessa data de 20 de julho. Se olhar outros estados do Brasil, muitos voltaram apenas com o horário de almoço ou até 17h. Achamos que isso inviabilizaria o funcionamento desses empreendimentos aqui em Pernambuco. Não conseguimos estender até às 22h nesse primeiro momento. Mas a gente entende que no horário estabelecido de 20h eles vão poder pegar os clientes que estão saindo do trabalho e vão fazer uma alimentação para ir para casa”, disse.

>> Pernambuco: governo estadual anuncia previsão de reabertura de bares e restaurantes

>> Governo de Pernambuco autoriza volta do futebol; veja a data

De acordo com Fischer, a ideia inicial é retomar as atividades com segurança para trazer o cliente de volta às atividades presenciais, tendo em vista que bares e restaurantes estão atendendo por delivery desde o dia 21 de março, como medida do Estado para conter o avanço do novo coronavírus. “A gente conseguiu estender até 20h, e isso faz com que os clientes comecem a voltar. A partir daí, numa nova etapa, a gente repactua esse horário. O importante era conseguir retomar de uma maneira que eles conseguissem funcionar nesse primeiro momento. A gente considerou que para isso era necessário passar do horário de almoço e pegar pelo menos o primeiro horário da noite”, afirmou.

Ouça a entrevista na íntegra:

Confira as orientações que os estabelecimentos precisarão seguir para efetuar a reabertura: 

Distanciamento social

- Proibida a realização de shows. Música ambiente respeitando limitação de 35db;

- Se possível, ampliar número de acessos, com entradas e saídas separadas;

- Distanciamento mínimo de 1,5m entre clientes em mesas diferentes, locais de espera e caixa. Mesas até 10 pessoas;

- Mesas em espaços públicos com autorização do público municipal;

- Avaliar a redução dos trabalhadores na entrega, turnos diferenciados ou zonas separadas de trabalho;

- Evitar reuniões presenciais, aglomerações nos intervalos, capacidade máxima em áreas comuns, distribuir e coordenar intervalos entre diferentes setores;

- Reduzir e controlar rigorosamente o acesso de pessoas externas às áreas de produção e manipulação de alimentos, incluindo fornecedores;

- Guichês de atendimento de coleta com anteparos de vidro ou acrílico para proteção;

- Mercadorias para coleta e entrega devem estar em local com controle exclusivo do estabelecimento;

Higiene

- Todos os funcionários de máscaras;

- Clientes sem máscaras só quando estiverem nas mesas ou se alimentando;

- Reforço da limpeza e desinfecção das superfícies mais tocadas e banheiros a cada duas horas;

- Álcool 70% em todos os pontos de entrada e de atendimento;

- Na cozinha, reservar espaço para a higienização dos alimentos de acordo com o Programa Alimento Seguro ou outro protocolo similar;

- Cardápios em material que possibilite a higienização a cada atendimento;

- Priorizar sachês individuais para temperos como sal e pimenta, além de palitos de dente e adoçantes;

- Em caso de existência de bufê, alimentos cobertos por protetores salivares com fechamento frontal e lateral. Em self-service, devem ser entregues luvas de plástico descartáveis no começo da fila, antes do toque nas bandejas e/ou pratos. Talheres em embalagens individuais;

- Limpar e higienizar mesas, cadeiras, superfícies de comer (bandejas) após o uso de cada cliente. Desinfetar com produtos a base de cloro, álcool, fenóis, quaternário de amônia, álcool a 70% líquido ou gel.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.