Pandemia: médicos contratados pela Prefeitura do Recife denunciam atrasos de salário

Ao todo, 55 médicos contratados para atuarem no atendimento de pacientes com covid-19 denunciam que ainda não receberam os salários

COVID-19
Pandemia: médicos contratados pela Prefeitura do Recife denunciam atrasos de salário

Médicos atuaram na Policlínica e Maternidade Barros Lima, em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife - Foto: Leo Motta/JC Imagem

Médicos contratados pela Prefeitura do Recife no início da pandemia do novo coronavírus para atuarem na Maternidade Barros Lima, no bairro de Casa Amarela, denunciam atraso no pagamento do salário. No total, 55 médicos de várias especialidades foram contratados emergencialmente para atender os pacientes da covid-19 internados nos leitos de enfermaria e UTI. Segundo o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), o débito da Prefeitura do Recife com a categoria é de mais de R$ 900 mil.

Sem resposta da gestão municipal, a denúncia do sindicato será encaminhada ao Ministério Público de Pernambuco, como relata o vice-presidente do Simepe, Walber Estefano. “Nós iremos fazer denúncia junto ao Ministério Público porque, de qualquer forma, esses acordos contratuais foram feitos sem documentos e a gente vai tentar cobrar dele. São profissionais que são heróis para o povo e foram descartáveis para a prefeitura”, disse.

A clínica-geral Karina Brito diz que até agora não recebeu nenhum pagamento pelos plantões trabalhados. “Saímos de casa, deixamos nossas famílias, alguns foram para hotéis, ficaram longe esse período inteiro de filhos, pais e até hoje estamos sem receber esse salário. É realmente uma falta de respeito com a categoria (...) Até agora a gente não recebeu por esses honorários”, desabafou a médica.

Resposta

Os contratos com os médicos foram de três meses e começaram a valer no mês de março.

Por meio de nota, a Prefeitura do Recife reconheceu que houve problemas no pagamento de alguns profissionais de saúde e disse que vai quitar os valores devidos nos próximos dias.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.