Clube Atlântico, em Olinda, passa a acolher pessoas em situação de rua durante pandemia

Clube Atlântico ficará em funcionamento por 90 dias para atender 40 pessoas

ACOLHIMENTO
Clube Atlântico, em Olinda, passa a acolher pessoas em situação de rua durante pandemia

Serviço começou a funcionar nesta sexta-feira (21) - Foto: Thiago Bunzen/ Prefeitura de Olinda

O Clube Atlântico, em Olinda, irá acolher de forma emergencial, a partir desta sexta-feira (21), pessoas em situação de rua. Segundo a Prefeitura de Olinda, objetivo é diminuir o contágio causado em tempos de pandemia, prevenindo a contaminação entre essa população. A estrutura montada tem capacidade de receber um grupo de 40 usuários. 

O ambiente passou por uma sanitização e dedetização, antes de abrir as portas. O serviço funcionará 24h por dia, durante todos os dias da semana num período de 90 dias. Para ser encaminhado ao espaço, é preciso passar por uma triagem através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

Estrutura 

O pavilhão foi divido em três áreas para o repouso, o dormitório feminino, o masculino e o familiar, que abrigará as mães que estiverem com seus filhos menores de idade. A estrutura também conta com lavanderia, além de banheiros e chuveiros adaptados para a situação.

Durante o período, equipes estarão oferecendo oficinais e capacitação para aqueles que tiverem interesse. Inclusive garantindo uma qualificação profissional para as pessoas que estão no local.

Os acolhidos também serão acompanhados por assistentes sociais, psicólogos, coordenadores. Compõem a equipe também vigias e auxiliares de serviços gerais.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.