Greve dos correios

Procon Pernambuco alerta que boletos não devem deixar de ser pagos com greve dos Correios


O gerente do Procon-PE explicou o que deve ser feito para quitar os pagamentos enquanto a greve durar

Carol Coimbra
Carol Coimbra
Publicado em 21/08/2020 às 8:52
Fotos Públicas
FOTO: Fotos Públicas
Leitura:

Desde a noite da última segunda-feira (17), os Correios estão em greve e ainda não há uma data de retorno. A categoria resolveu suspender as atividades alegando que a direção estatal cortou uma série de benefícios, como hora extra e adicionais. O caso foi judiciado e os trabalhadores esperam uma resposta do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Mesmo com a crise, o Procon de Pernambuco orienta que a greve dos correios não é motivo para atrasar o pagamento de boletos.

O gerente de atendimento do Procon-PE, Pedro Cavalcanti, falou sobre o que deve ser feito para quitar as cobranças enquanto a greve durar.

“O Procon Pernambuco orienta que, mesmo com a greve, os prazos não estão suspensos, então o consumidor deve ter a cautela de procurar o fornecedor para expedição de uma segunda via dessa cobrança, através de um aplicativo de um site ou até mesmo na loja do fornecedor. É importante que ele faça isso para que não haja incidência de multa e de juros.A gente pede que o consumidor compareça ao órgão antes da data de vencimento para comprovar que teve aquele interesse de pagar dentro do prazo. E, aí, com isso registrado, ele fica resguardado caso esse fornecedor faça uma cobrança de multa e juros que devem dispensadas”, orientou.

Encomendas

Sobre as encomendas pedidas pela internet que não chegarem no prazo, o gerente do Procon PE disse que o atraso é uma falha na prestação do serviço.

“Caso a encomenda não chegue no prazo, fica caracterizada a falha na prestação de serviços, porque, no momento que o consumidor faz a compra e aquele prazo é definido, ele está vinculado àquela oferta. Então, é responsabilidade tanto do vendedor quanto da empresa encarregada de fazer o transporte. E, aí, com o descumprimento desse prazo, o consumidor que proceder com a queixa aqui no Procon ficará passivo de responder um processo administrativo,” afirmou Pedro Cavalcanti.

Mutirão

Os correios informaram que 80% do efetivo continua trabalhando. Neste final de semana vai acontecer um mutirão de entrega de encomendas.

Ouça as orientações de Pedro Cavalcanti:


Mais Lidas