SAÚDE PÚBLICA

Em 2019, três em cada quatro pernambucanos internados foram atendidos em hospitais do SUS


Dados divulgados pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) revelam a importância do SUS

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 04/09/2020 às 14:44
Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil
Leitura:

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019, três em cada quatro pernambucanos internados foram atendidos em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS). Os dados relativos ao ano de 2019 foram divulgados nesta sexta-feira (4).

De acordo com o levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro Geografia e Estatística (IBGE), em convênio com o Ministério da Saúde, dos 402 mil pernambucanos que ficaram internados por 24 horas ou mais, 73,7% foram atendidos em hospitais do SUS, contra 64,6% no Brasil e 77,8% no Nordeste.

A proporção de internados em hospitais públicos também foi maior conforme o grau de instrução e de rendimento. A variação foi de 87,6% das pessoas sem instrução ou com o fundamental incompleto, a 21,9% da população com nível superior completo. Já para as pessoas que ganhavam até um quarto do salário mínimo, o índice de pessoas internadas em hospitais do SUS chegou a 95,2%.

Importância do SUS

A gerente de Planejamento e Gestão do IBGE em Pernambuco, Fernanda Estelita, afirma que o estudo reflete a importância de existir um serviço de internamento como o do SUS. “A grande parcela dos pernambucanos está sendo atendida pelo SUS. Então a gente vê a importância do atendimento e do acesso da população a esse tipo de internamento”, disse.

Fernanda Estelita ainda diz que a maioria dos internados em Pernambuco são de uma faixa etária específica e que o atendimento no interior do estado, em escala, é maior em comparação com o Recife.

Entre outros assuntos, a pesquisa ainda revela que unidades de saúde da família e agentes de endemias chegaram a mais de 70% dos domicílios pernambucanos, atendendo mais de dois milhões de lares.


Mais Lidas