Brasil

Lula afirma que Bolsonaro transformou coronavírus em uma 'arma de destruição em massa'


Lula criticou o atual governo e disse que ele seria a solução para reconstrução democrática do Brasil

Publicado em 08/09/2020 às 7:23
EBC
FOTO: EBC
Leitura:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que Bolsonaro (sem partido) transformou o coronavírus em uma 'arma de destruição em massa' e se colocou a disposição da população diante de um Brasil, que segundo ele, vive o pior momento da sua história. O pronunciamento foi feito nessa segunda-feira (7), Dia Nacional da Independência do Brasil, pelas redes sociais do petista.

"Com a ascensão de Bolsonaro, milicianos, atravessadores de negócios e matadores de aluguel saíram das páginas policiais e apareceram nas colunas políticas", disse Lula.

O petista condena a atuação do atual presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia. "Teria sido possível evitar tantas mortes. Estamos entregues a um governo que não dá valor a vida e banaliza a morte. Um governo insensível, irresponsável e incompetente que desrespeitou as normas da OMS e converteu o coronavírus em uma arma de destruição em massa", esbravejou.

Militares no governo

O ex-presidente também criticou a ascensão dos militares no governo. "A substituição da direção do Ministério da Saúde por militares sem experiência médico-sanitária é apenas a ponta do iceberg".

Por fim, em seu pronunciamento, Lula se coloca como alternativa de reconstrução democrática no país.


Mais Lidas