Nunca use ventilador sem a parte protetora da frente, alerta Corpo de Bombeiros

Equipamentos com defeitos devem passar por manutenção; sobrecarga nas tomadas também deve ser evitada, salienta o Corpo de Bombeiros

SEGURANÇA
Nunca use ventilador sem a parte protetora da frente, alerta Corpo de Bombeiros

Corpo de Bombeiros alerta para os cuidados com ventiladores dentro de casa - Foto: Day Santos/Jc Imagem

O incêndio que aconteceu nessa quarta-feira (16), vitimando fatalmente duas crianças na Rua Rufino Mendes Caetano, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, levanta a discussão sobre os cuidados e riscos no uso de eletrodomésticos. O chefe da Divisão de Ações Preventivas do Corpo de Bombeiros, Werben Monteiro, explica os cuidados necessários para evitar curto-circuitos. “Todo equipamento tem que ter manutenção. Se você perceber um mau funcionamento no seu aparelho, que ele está aquecendo muito, é um mau sinal. Chame um especialista para fazer a manutenção mais profunda desse seu equipamento”, disse.

Werben Monteiro explica ainda que a prática de as pessoas continuarem utilizando ventiladores mesmo que eles apresentem problemas técnicos, deve ser evitada. “Algumas partes do ventilador, que não funcionam mais, as pessoas continuam utilizando e não levam o equipamento para a assistência, para regularizar aquele defeito. E sempre lembrar: nunca use o ventilador sem a parte protetora da frente”, recomendou.

De acordo com Werben, a atenção deve ser voltada para a sobrecarga dos equipamentos. “É importante que as pessoas em casa saibam que o ideal é que os eletrodomésticos sejam ligados diretamente na tomada. Mas se for necessário utilizar mais de um equipamento, que utilizem o filtro de linha, ao invés do T, que não oferece segurança nenhuma. Muito pelo contrário. Há um risco seríssimo de ter um princípio de incêndio, ou até de uma pessoa levar um choque”, finalizou.

Relembre o caso

O quarto onde dois irmãos dormiam em uma casa no Bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, ficou completamente destruído após incêndio nessa quarta-feira (16). O fogo teria começado por causa de um curto-circuito no ventilador. Os vizinhos tentaram socorrer as crianças, mas não tiveram sucesso. O menino, de apenas dois anos, morreu carbonizado no local. Enquanto a menina, de oito anos, foi socorrida para o Hospital da Restauração, mas acabou não resistindo às queimaduras e veio a óbito.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.