Veja o que muda com os avanços no Plano de Convivência em Pernambuco

Se tudo ocorrer conforme o planejamento do governo, Pernambuco entrará no 'novo normal' até o dia 9 de novembro

PLANO DE CONVIVêNCIA
Veja o que muda com os avanços no Plano de Convivência em Pernambuco

Em coletiva nessa quarta-feira (23), o Governo de Pernambuco revelou os avanços do Plano de Convivência com o novo coronavírus - Foto: Reprodução / Governo de Pernambuco

Segundo o Governo de Pernambuco, em coletiva nessa quarta-feira (24), o Estado entra na fase verde do plano de convivência a partir da próxima segunda-feira (28). A Região Metropolitana do Recife, Zona da Marte e parte do Agreste de Pernambuco avançam para etapa nove do plano de convivência. Com isso, haverá a ampliação da capacidade e horário de funcionamento dos serviços de alimentação e liberação de cinemas, eventos sociais e culturais. 

Se tudo ocorrer conforme o planejamento do governo, o Estado entrará no 'novo normal' até o dia 9 de novembro, quando todos os setores da economia terão retomado suas atividades. De acordo com o plano, cada região do Estado deve passar ao menos 15 dias em cada etapa antes de seguir para a próxima, respeitando o histórico de avaliação de cada local. Análises de dados semanais serão realizadas antes da autorização de avanço no plano de convivência. 

Etapas do plano de convivência em Pernambuco
Etapas do plano de convivência em Pernambuco
Reprodução/ Governo de Pernambuco

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, ponderou que, na última etapa, “teremos todas as atividades econômicas permitidas a voltar a funcionar com cargas específicas, pois enquanto não tivermos uma vacina ou medicamento eficaz, devemos aprender a conviver com o coronavírus, sempre obedecendo os protocolos de funcionamento nos seus três eixos: higiene, distanciamento social e comunicação e monitoramento”.

Bares e restaurantes 

Ainda de acordo com o secretário, bares e restaurantes em algumas cidades, que irão entrar a partir de segunda-feira (28) na etapa nove do plano de convivência, poderão funcionar no horário das 6h até meia noite. Desde a reabertura, no dia 20 de julho, os bares estavam funcionando até às 22h. Além disso, houve o aumento na capacidade dos estabelecimentos para 70%, a partir desta quinta-feira (24). 

Fernando de Noronha 

Outra novidade da coletiva foi a reabertura da Ilha de Fernando de Noronha para os turistas, a partir de 10 de outubro.  No entanto, será necessário respeitar algumas normas. Segundo o administrador do arquipélago, Guilherme Rocha, o turismo precisará realizar o RT-PCR até um dia anterior ao embarque e terá que mostrar o resultado do exame ao desembarcar na Ilha. 

Desde o dia 1º de setembro, estava autorizado apenas o desembarque de turistas que comprovassem a cicatriz imunológica deixada pela infecção do novo coronavírus. 

Cinemas e eventos sociais e culturais

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, também anunciou a reabertura de cinemas e volta dos eventos sociais e culturais em municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e parte do Agreste, incluindo Caruaru, a partir das próxima segunda-feira (28).

"A macro I, que compreende a Região Metropolitana, Zona da Mata e parte do Agreste, assim como a Geres de Caruaru, avançam para a etapa 9, podendo funcionar os eventos sociais - como casamentos, batizados e aniversários -, os eventos culturais - cinemas, teatros, apresentações e similares. Esses eventos possuem protocolos específicos que publicamos em nosso site", disse Schwambach.

Apesar da liberação, a quantidade de pessoas será limitada a 100 tanto nos cinemas quanto nos eventos ou a 30% da capacidade do local (dando preferência ao número menor). O horário de funcionamento será de 6h às 0h. O protocolo sanitárias com as regras para a realização desses eventos, no entanto, só deve ser divulgado até a próxima sexta-feira (25).

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.