ELEIÇÕES 2020

Sou a própria imagem da ética, afirma candidata à Prefeitura do Recife Patrícia Domingos (Podemos)


Patrícia Domingos se colocou a favor da saída do Recife do Grande Recife Consórcio de Transporte

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 29/09/2020 às 13:12
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

Patrícia Domingos (Podemos) foi a segunda entrevistada das Sabatinas aos candidatos à Prefeitura do Recife, desta terça-feira (29). Além do comunicador Geraldo Freire, a entrevista contou com a participação da jornalista e Editora-Executiva do Jornal do Commercio, Ciara Carvalho.

Sobre a relação entre a ética e sua carreira política, a resposta de Patrícia Domingos foi taxativa. “Eu sou a própria imagem da ética. A ética pautou minha vida por todos esses anos. Eu sou funcionária pública há 21 anos, e eu sempre trabalhei pautada na ética, pela decência e moralidade”, garantiu.

Grande Recife Consórcio de Transporte

A candidata se colocou a favor da saída do Recife do Grande Recife Consórcio de Transporte. Questionada sobre o posicionamento, que vai na contramão de alguns especialistas em mobilidade, Patrícia Domingos disse que, ao contrário dessas pessoas, ela foi usuária de transporte público e tem embasamento técnico para tratar a pauta. “Quando as pessoas falam que o Recife não pode sair do Consórcio é uma grande mentira. Nós temos hoje 13 municípios da Região Metropolitana, dos quais apenas dois fazem parte do Consórcio. Então, que Consórcio é esse? ”, indagou. Ainda segundo a candidata, o modelo atual do transporte municipal tem beneficiado apenas as empresas, e não os moradores da cidade.

 

Segurança

Indagada sobre segurança na cidade, a candidata disse que, caso eleita, pretende armar a guarda-municipal. “Hoje, Recife se transformou na cidade do medo, e nós estamos aqui para transformar Recife em um modelo de paz e segurança para o nosso país”, contou. Investimento na iluminação da cidade e em uma central de monitoramento com câmeras de segurança, também foram propostas feitas pela candidata para solucionar problemas relacionados à insegurança.

Presidente

A candidata não ficou de fora do questionamento sobre sua posição em relação ao presidente Jair Bolsonaro. Em resposta, ela disse toda gestão tem erros e acertos, e citou o auxílio emergencial como um acerto do Governo Federal. Apesar disso, ela contou que sua eleição se pauta na própria história, nos problemas municipais, e não em problemas de esfera nacional.

Mudança

Para encerrar, a candidata Patrícia Domingos disse que pretende ser prefeita para mudar o Recife. Segundo ela, esse é um projeto de todos que não aguentam mais. "Eu quero ser prefeita para mudar o Recife. E mudar o Recife não é um projeto pessoal. É o projeto de todos nós que estamos cansados de viver com problemas que ninguém resolve.", finalizou.

Ouça a sabatina completa:


Mais Lidas