Em entrevista no Roda Viva, Luiza Trajano diz que chorou ao compreender o que era racismo estrutural

Dona do Magazine Luiza, a empresária criou um programa de trainee para contratar somente pessoas negras

MAGAZINE LUIZA
Em entrevista no Roda Viva, Luiza Trajano diz que chorou ao compreender o que era racismo estrutural

Empresária Luiza Trajano participou do programa Roda Viva - Foto: Reprodução/TV Cultura

Convidada pela TV Cultura para participar do Roda Viva na noite de segunda-feira (5), a empresária Luiza Trajano, dona da rede de lojas Magazine Luiza afirmou que decidiu criar um programa de trainee que vai selecionar somente pessoas negras como uma maneira de diminuir a desigualdade que existe em sua empresa.

Leia também: MPT afirma que seleção do Magazine Luiza é ação de reparação histórica

Segundo ela, existem poucos negros em altos cargos na rede, e que chorou ao aprender o que era racismo estrutural - que é formalização de um conjunto de práticas institucionais, históricas, culturais e interpessoais dentro de uma sociedade que costuma colocar um determinado grupo social ou étnico em uma posição melhor enquanto prejudica outros grupos de modo consistente e constante.

"Temos que entender mais o que é racismo estrutural. O dia que entendi até chorei, porque sempre achei que não era racista até entender o racismo estrutural", afirmou Luiza durante a entrevista.

Trajano comentou ainda que o objetivo do trainee é ofertar 20 vagas para pessoas de todo o Brasil, com orientações para que o RH receba currículos de candidatos que não precisem falar inglês. "O inglês não precisa ter, depois eles vão ter curso para aprender", explicou a empresária.

Leia também: Casos de racismo crescem no esporte brasileiro e atingem maior índice em cinco anos

O Fato É... debate racismo no Brasil

Empregos para diminuir desigualdades sociais 

Em julho, Luiza Trajano participou do Passando a Limpo da Rádio Jornal e comentou a criação de empregos como peça-chave no processo de combate às desigualdades sociais no país, ainda mais em evidência com a pandemia do novo coronavírus.

Na época, ela afirmou que o Brasil precisa, em vez de criar mais impostos, digitalizar os já existentes. “Desde o que eu me entendo por gente eu participo de comitê de reforma tributária. Precisa digitalizar o imposto no Brasil, precisa ser pago por digitalização. Nós temos que fazer uma grande corrente do nosso brasil para digitalizar o Brasil e combater a desigualdade social. Aumentar imposto não vai gerar emprego.”

Ouça a entrevista de Luiza Trajano na Rádio Jornal:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.