Candidato à Prefeitura de Paulista, Francisco Padilha (PSB) não se preocupa com apoio de Júnior Matuto

O candidato afirma que quem tem que responder às questões apontadas pela Justiça é o próprio prefeito Júnior Matuto e não vai escondê-lo da campanha

ELEIÇÕES 2020
Candidato à Prefeitura de Paulista, Francisco Padilha (PSB) não se preocupa com apoio de Júnior Matuto

Francisco Padilha (PSB) é o candidato a prefeito de Paulista - Foto: Sem Crédito

O candidato à Prefeitura de Paulista pelo PSB, Francisco Padilha, acredita que o fato de estar se candidatando pela primeira vez o coloca em posição de privilégio e disse que não se preocupa com o apoio do atual prefeito Júnior Matuto (PSB), que chegou a ser afastado do cargo este ano. 

"O fato de o prefeito Júnior Matuto estar sendo acusado de diversas coisas, quem tem que responder por isso é ele próprio nas ações judiciais que forem propostas”, afirmou.

Segundo Padilha, ele reúne as atribuições necessárias para ser o novo prefeito da cidade. "O fato de eu ser candidato pela primeira já me deixa em privilégio em relação a meus adversários. Sou filho da cidade. Reúno experiência de 15 anos na administração pública (...) A gente reúne alguns requisitos de um gestor que hoje conhece a máquina pública e sabe os meios de vencer os entraves da burocracia sem cometer nenhum tipo de ilegalidade ou imoralidade", disse.

Propostas 

O candidato Francisco Padilha diz que seu plano de governo foi feito ouvindo as demandas da população. De acordo com o socialista, desde agosto de 2019 que ele realiza reuniões com os moradores da cidade. "Sendo eleitas essas prioridades, a gente pode atacá-las uma a uma. Resolver tudo ao mesmo tempo, infelizmente, mesmo que nosso governo tivesse 50 anos, a gente não conseguiria", comentou. 

Sobre a proposta de aumento de fiscalização eletrônica nas vias da cidade, ele diz que a ideia não é incentivar a "indústria da multa". "A gente propõe que os nossos motoristas trafeguem de uma maneira consciente. A gente não está, de forma alguma, querendo incentivar a indústria da multa. Sou contrário a isso. O que queremos é orientar os nossos motoristas para que eles possam seguir as diretrizes e as normas de trânsito e a gente possa ter um trânsito com mais fluidez”, afirmou. 

Confira a sabatina completa:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.