Yves Ribeiro (MDB) diz que não irá prejudicar Paulista por causa de ideologia política

Candidado admite não ter votado em Bolsonaro nas eleições 2018, mas caso seja eleito, irá trabalhar com o presidente da República pelo bem do Paulista

ELEIÇÕES 2020
Yves Ribeiro (MDB) diz que não irá prejudicar Paulista por causa de ideologia política

Yves Ribeiro (MDB) tenta o terceiro mantado como prefeito na cidade do Paulista - Foto: Edilson Silva/TV JORNAL

Nesta quarta-feira (14), durante o programa Balanço de Notícias, o candidato Yves Ribeiro (MDB), de 72 anos, foi o primeiro sabatinado dos candidatos a prefeito da cidade do Paulista, localizada na Região Metropolitana do Recife. Natural de Igarassu, e tendo no repertório seis mandatos como prefeito das cidades de Igarassu, Itapissuma e Paulista, Yves disse que caso seja eleito, não irá prejudicar a cidade por causa de ideologia política.

“Eu sou um político que eu governei com todas as tendências, desde o regime militar. Governei com Lula, com Collor, governei com Sarney, governei com uma série de presidentes. (...) Eu não vou prejudicar a minha cidade por causa de ideologia política. Eu não votei no presidente Bolsonaro, mas, a partir de 1º de janeiro, se eu ganhar as eleições e for prefeito, eu vou ter que trabalhar com o presidente Bolsonaro, vou ter que trabalhar com o governador Paulo Câmara, porque eu sempre fui um homem de fazer aquilo que o meu povo quer, aquilo que o povo pretende. Não interessa de onde vem o remédio, o importante é curar a doença”, comentou.

Educação

Questionado sobre os custos e viabilidade de um projeto que consta em seu plano de governo, que propõe a distribuição de tablets com acesso à para os alunos da rede municipal de ensino, o candidato afirmou que a iniciativa ”(...) é fundamental, para que a gente possa dar atenção maior aos nossos alunos. São 19 mil alunos”.

Cultura

“Deixar a cultura com as pessoas da cultura, justamente para que as coisas andem. Sem ter o dedo político-partidário, para que a gente tenha a cultura. Porque eu acho que uma cidade sem cultura é uma cidade sem identidade”, afirmou o candidato sobre a situação de equipamentos culturais na cidade de Paulista.

Revitalização da orla do Paulista

“Eu acho que tudo que é bom, deve-se copiar. Olinda deu certo e em Paulista vai dar certo”, disse o candidato, que tem proposta para uma avenida beira mar contínua como projeto de revitalização da orla da praia da cidade. “Também nós vamos construir os quiosques, que é um grande sonho do povo da cidade do Paulista. Nós vamos também trazer os sanitários, que é uma praia que não tem sanitários”, complementou.

Confira a sabatina na íntegra:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.