Após confirmar prisão do suspeito de matar o ator Rafael Miguel, polícia volta atrás

Suspeito de matar o ator Rafael Miguel e seus pais, Paulo Cupertino continua foragido

FORAGIDO
Após confirmar prisão do suspeito de matar o ator Rafael Miguel, polícia volta atrás

O ator ficou famoso ao interpretar o personagem Paçoca, em Chiquititas, exibida pelo SBT, em 2013 - Foto: Reprodução/TV Jornal

O delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, voltou atrás sobre a prisão de Paulo Cupertino, suspeito de matar o ator Rafael Miguel e seus pais. Fontes havia confirmado a informação, nesta quarta-feira (28), mas depois declarou que a Polícia Militar do Paraná havia se confundido. 

Paulo Cupertino é suspeito de ter assassinado a tiros o ator Rafael Miguel, 22 anos, e seus pais, Miriam Selma Miguel, de 50 anos, e João Alcisio Miguel, de 52 anos, em 9 de junho de 2019, na Zona Sul de São Paulo. As vítimas morreram na hora, após serem atingidas por vários disparos de arma de fogo. 

Leia também >> Ator de Chiquititas e pais são assassinados

Fãs lamentam assassinato do ator Rafael Henrique Miguel

O empresário, que segue foragido, teria cometido o crime por ciúmes do namoro entre Rafael Miguel e a filha dele, Isabela Tibcherani.

Nesta semana, foi revelado que Paulo Cupertino conseguiu tirar um novo documento de identidade original, mas com informações falsas, na cidade de Jataizinho (PR).

Namorada apaga post

Logo após a informação da prisão de Paulo, Isabela Tibcherani fez uma postagem comentando a prisão do pai, mas sem mencioná-lo. No entanto, ela apagou o post após a polícia voltar atrás. "Estou processando tudo. Por favor, me deem um tempo. A notícia veio de repente e não estava preparada. Só posso dizer que o sentimento é indescritível, de alívio espanto e paz", escreveu a garota, antes de apagar a postagem. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.