Polícia Civil investiga desaparecimento de PM da Rádio Patrulha, no Recife

Maria Clara Batista, namorada de Igor Bernardo Santos Gomes, teria sido a última pessoa a falar com o PM da Rádio Patrulha, no último sábado (24)

INVESTIGAÇÃO
Polícia Civil investiga desaparecimento de PM da Rádio Patrulha, no Recife

Policial de apenas 24 anos estava passando por um processo que envolve mudanças e um quadro de ansiedade - Foto: Reprodução/ Internet

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) está investigando o desaparecimento do policial militar da Rádio Patrulha, Igor Bernardo Santos Gomes, de 24 anos. A namorada do jovem desaparecido no Recife, Maria Clara Batista, prestou depoimento sobre o caso nesta quinta-feira (29) no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste da capital pernambucana. 


Maria Clara teria sido a última pessoa a falar com o policial por meio de um aplicativo de mensagens, no último sábado, quando ele disse que a amava, explica o advogado que representa a namorada, Carlos André Dantas. “O último contato que ela teve com ele, foi uma mensagem dele dizendo que a amava. E saiu no carro dele e não voltou mais”, disse. 


Ansiedade


O advogado de Maria Clara explica ainda que o policial, de apenas 24 anos, estava passando por um processo que envolve mudanças e um quadro de ansiedade. “A gente sabe que em virtude função dele, como policial militar, tem todo um estresse. Ele estava apresentando um quadro de ansiedade, ele estava no meio de um processo de concurso público, de um processo de mudança. Então tudo isso conta para um estado de ansiedade”, comentou. 


Informações sobre o caso


Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Igor Bernardo Santos Gomes, pode entrar em contato no telefone da Ouvidoria da Secretaria de Defesa Social (0800 081 5001). Não é necessário se identificar. A Polícia Civil segue com as investigações do caso. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.