Professores da rede estadual de Pernambuco anunciam paralisação para esta quarta (18)

Segundo o Sintepe, os professores vão paralisar as atividades presenciais e remotas

SALÁRIOS
Professores da rede estadual de Pernambuco anunciam paralisação para esta quarta (18)

Professores ainda programam ato em frente ao Palácio do Campo das Princesas - Foto: WELINGTON LIMA/TV Jornal

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) anunciou, para esta quarta-feira (18), uma paralisação geral das atividades presenciais e remotas da categoria. O motivo, segundo o presidente do Sintepe, Fernando Melo, seria para pressionar o governo a atualizar o piso salarial dos professores. 

"Nós temos, anualmente, a atualização do piso salarial da nossa categoria (...) O governo do estado, numa reunião que tivemos, no dia 6 de novembro, informou que estaria apenas atualizando o valor do piso salarial para as pessoas que recebem abaixo de R$ 2.886,24, esse que é o valor para o piso de 2020. Hoje, no estado, 5.611 professores e professoras recebem abaixo desse valor e teriam atualização do piso e seria pago o retroativo até 1º de janeiro deste ano", detalhou.

 

>> Após infecção de alunos em escola particular, Sintepe diz que situação comprova preocupação de professores

>> Professores da rede estadual de ensino de Pernambuco encerram greve

>> Justiça de Pernambuco dobra multa ao Sintepe por descumprimento de liminar que proíbe greve

>> Alunos da rede pública de Pernambuco começam retorno às aulas presenciais

 

De acordo com Fernando Melo, os professores que recebem acima do piso não teriam atualização. "As pessoas que estão acima do piso terão seus vencimentos congelados. Para apontar para essa direção, o governo aponta para um desmonte do nosso plano de carreiras, que foi conquistado com muita luta e vem desde 1998", avaliou o presidente do Sintepe", disse. 

Ato

Os professores ainda programa um ato político em frente ao Palácio do Campo das Princesas, na área central do Recife, nesta quarta-feira (18), às 9h. Segundo Fernando Melo, a categoria não irá realizar aglomeração por conta do risco de infecção do novo coronavírus e será um ato simbólico.

No entanto, nas redes sociais, o Sintepe convoca os trabalhadores a comparecem ao local. 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.