Princípio de incêndio causa suspensão de atividades em hospital da Zona Oeste do Recife

Unidade geradora de energia que fica na área externa do hospital foi atingida

PRINCíPIO DE INCêNDIO
Princípio de incêndio causa suspensão de atividades em hospital da Zona Oeste do Recife

O incêndio aconteceu na noite dessa quinta-feira (19) - Foto: Cortesia

Um princípio de incêndio aconteceu na unidade geradora de energia do Hospital Geral de Areias, na Zona Oeste do Recife, e deixou o hospital sem luz na manhã desta sexta-feira (20). A unidade geradora fica localizada na área externa do hospital, separada do prédio principal que, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, não foi atingido. Ainda de acordo com a secretaria, o Corpo de Bombeiros foi acionado e poucas horas depois controlou o fogo.

O autônomo Cesario Jose da Silva mora perto do hospital e chegou a ver a fumaça na noite de quinta (19).
“Eu senti aquele cheiro de fio queimado da onde eu moro. E vi também aquela fumaça de queimado”, contou.

A SES-PE informou que 12 pacientes que estavam internados foram transferidos com segurança para outras unidades. Segundo a secretaria, nenhum deles foi atingido pelo incêndio ou fumaça e os insumos que necessitam de refrigeração foram removidos do local. Por causa da falta de energia, o atendimento na unidade foi suspenso durante a manhã. Muitos pacientes deram viagem perdida.

Confira a nota de esclarecimento do Hospital Geral de Areias sobre a situação:

A direção do Hospital Geral de Areias (HGA) informa que o princípio de incêndio, na noite desta quinta-feira (19.11), na unidade geradora de energia do local, foi controlado logo nas primeiras horas do ocorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros, que foi acionado de imediato. Importante frisar que a unidade geradora fica na área externa do hospital, separado do prédio principal, que não foi atingido.

Uma equipe de engenharia da Secretaria Estadual de Saúde (SES) também foi prontamente designada para avaliar as condições do local e está tomando as providências cabíveis para restabelecer a energia e, consequentemente, o atendimento.

A Central Estadual de Regulação de Leitos também foi mobilizada e fez a remoção de 12 pacientes que estavam internados para outras unidades. Todos foram transferidos com segurança. Frisa-se que nenhum foi atingido pelo incêndio ou fumaça. Insumos que precisavam de refrigeração também foram removidos do local.
Por fim, a direção informa que está trabalhando para resolver a questão e logo em seguida voltar suas atividades.

Ouça a reportagem de Victor Tavares:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.