Homem é detido com R$ 10 mil em notas falsas; maior apreensão do ano em Pernambuco

A apreensão de notas falsas no Estado pode ter relação com uma quadrilha de São Paulo, segundo a Polícia Federal

POLÍCIA FEDERAL
Homem é detido com R$ 10 mil em notas falsas; maior apreensão do ano em Pernambuco

A Polícia Federal afirmou que os golpes são antigos, mas estão sendo muito utilizados pelos criminosos - Foto: Day Santos/TV Jornal

A Polícia Federal realizou a maior apreensão de notas falsas em Pernambuco, em 2020. O suspeito foi detido no momento em que pegava as notas falsas na sede dos Correios, no bairro do Bongi, na Zona Oeste do Recife. Ao ser abordado pela polícia, ele confessou que as notas não eram verdadeiras, mas disse que não era o dono delas.

O suspeito, que é um comerciante de 20 anos, de Paulista-PE, foi abordado ao receber uma encomenda contendo 95 (noventa e cinco) cédulas de R$ 100 reais e 10 (dez) cédulas de R$ 50 reais, totalizando um valor de R$ 10 mil reais em notas falsas.

De acordo com o chefe de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, é possível que essa apreensão no Recife tenha participação de uma quadrilha de São Paulo, suspeita de movimentar mais de R$ 10 milhões em notas falsas.

Giovani Santoro ainda alerta para os cuidados que devem ser tomados na hora de conferir se a nota é falsa ou não. Uma das sugestões é baixar o aplicativo dinheiro brasileiro, do banco central. Lá o usuário vai encontrar todos os detalhes para identificar uma nota falsa.

Suspeito liberado

O caso aconteceu na última segunda-feira (21). O suspeito foi liberado na audiência de custódia para responder em liberdade. Se for condenado, ele pode pegar de 3 a 12 anos de reclusão.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.