Abrigo clandestino

Polícia Civil prende dona de abrigo de idosos clandestino suspeita de cometer maus-tratos na Zona Norte do Recife


O abrigo tinha 13 idosos e todos comiam comidas estragadas e não tinham assistência de saúde; os cartões de benefícios deles eram retidos pela mulher

Carol Coimbra
Carol Coimbra
Publicado em 01/12/2020 às 8:54
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu uma mulher proprietária de um abrigo clandestino que funciona no bairro da Mangabeira, na Zona Norte do Recife. De acordo com informações da delegada Teresa Nogueira, o abrigo funcionava sem alvará e a proprietária foi presa suspeita de cometer maus-tratos, de reter o cartão de benefícios dos idosos e também de não prestar assistência à saúde deles.

A denúncia foi anônima, formalizada por moradores que entraram em contato com o Ministério Público de Pernambuco. O órgão acionou a Polícia Civil e a delegada Teresa e outros policiais foram até o local e constataram de fato a situação em que viviam 13 idosos.

Segundo a delegada, esses idosos comiam refeições estragadas e em pequena quantidade. Havia também uma idosa de 95 anos que estava bem fragilizada, sem nenhuma assistência, e com sinais de desidratação.
A polícia ainda confiscou oito cartões de benefícios previdenciários que eram retidos dessa gestora do abrigo e um dos funcionários dela era inclusive pago com o valor de um desses benefícios.

O abrigo já havia sido interditado em uma outra ocasião, há quatro anos atrás e a polícia hoje procura por familiares dessas pessoas.

Entrevista coletiva

Nesta terça-feira (1º) às 11h a Polícia Civil irá conceder uma entrevista coletiva para dar mais detalhes sobre esse caso.

Ouça a reportagem de Juliana Oliveira:


Mais Lidas