Polícia prende suspeito de incendiar loja de estofados em Paulista

O dono da loja se emocionou ao relatar que perdeu tudo o que tinha; vizinhança está inconformada com incêndio

INCêNDIO
Polícia prende suspeito de incendiar loja de estofados em Paulista

O fogo acabou com a loja. - Foto: Reprodução/TV Jornal

A polícia prendeu o homem suspeito de cometer um incêndio criminoso em uma loja de estofados que fica na beira-mar do Janga, em Paulista, Região Metropolitana do Recife. A loja, que tinha como principal matéria-prima madeira e espuma, foi consumida pelas chamas na madrugada desta segunda-feira (7). A casa do lado, onde morava o filho do dono do estabelecimento e a esposa dele, foi completamente destruída.

O estofador Eduardo Antônio da Silva falou da dor de ver 25 anos de trabalho transformados em cinzas.
“Tudo que eu tinha de trabalho, compressor, tudo, tudo. Espuma, sofá de clientes, tudo estava ali. De máquina de costura, de furadeira todas as ferramentas de trabalho estavam dentro dessa loja. Eu perdi tudo”, disse emocionado.

Nas imagens do circuito de segurança de um estabelecimento próximo a loja é possível ver o momento em que um homem se aproxima e para em frente a estofadora. Ele joga algo e em segundos as chamas começam a consumir o lugar. Ele sai e rapidamente volta. As chamas aumentam, ele observa o incêndio e depois vai embora tranquilamente.

Por causa das imagens, a Polícia Militar conseguiu prender o suspeito quando ele voltou ao local para ver a movimentação do Corpo de Bombeiros.

Os vizinhos ficaram chocados com o crime. O dono da loja que fabrica e conserta estofados é muito querido no bairro. A vizinhança está se reunindo para arrecadar dinheiro para ajudar o estofador a recomeçar, como relatou a merendeira Miriam Caetano. “Vamos fazer uma arrecadação com as pessoas vizinhas, que ele é amado por todos. Este homem não faz mal a ninguém. Não sei qual o foi o motivo desse cara de fazer um negócio desses”, falou.

Ouça a reportagem de Elis Martins: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.