SEGURANÇA

Operação da Polícia Federal em Pernambuco intensifica combate ao tráfico de pessoas


Ação de repressão ao tráfico de pessoas foi realizada em cinco aeroportos do Brasil, incluindo o do Recife

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 09/12/2020 às 15:24
Marcelo Camargo/ABr
FOTO: Marcelo Camargo/ABr
Leitura:

Cinco aeroportos do Brasil, entre eles o do Recife, foram alvos de uma ação internacional de repressão ao tráfico de pessoas, coordenada pela Polícia Federal. O objetivo foi impedir a saída do país de possíveis vítimas de quadrilhas procuradas pela Interpol.

A ação internacional de repressão ao tráfico de pessoas foi realizada em conjunto por mais de vinte países, como detalhou o chefe da comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro.

Prevenção

Nos últimos dois anos, mais de 180 pessoas foram resgatadas das mãos do tráfico. A orientação da Polícia Federal é desconfiar e denunciar. “É necessário saber, se você está sendo convidado para ir para o exterior, o que você vai fazer lá, qual empresa, ter todas as informações necessárias. Segundo, jamais dar seus documentos originais para essas pessoas, porque a primeira coisa que eles fazem quando chegam no exterior é reter esses documentos e você fica preso na mão desses bandidos”, alertou Giovani Santoro.

Segundo a PF, ao verificar que existem indícios de tráfico humano, é preciso seguir as seguintes
orientações:

  1. Duvide sempre de propostas de emprego fácil e lucrativo;
  2. Antes de aceitar a proposta de emprego, leia atentamente o contrato de trabalho, busque informações sobre a empresa contratante, procure auxílio da área jurídica especializada. A atenção é redobrada em caso de propostas que incluam deslocamentos, viagens nacionais e internacionais;
  3. Evite tirar cópias dos documentos pessoais e deixá-las em mãos de parentes ou amigos;
  4. Deixe endereço, telefone e/ou localização da cidade para onde está viajando;
  5. Informe para a pessoa que está seguindo viagem endereços e contatos de consulados e autoridades da região;
  6. Nunca deixe de se comunicar com familiares e amigos.

Em caso de Tráfico de Pessoas, denuncie. Disque: 100 ou Ligue: 180


Mais Lidas