DESCASO

Crianças ficam feridas após estrutura de parquinho cair, no Janga, em Paulista


O parquinho, localizado ao lado do letreiro "Eu Vivo Paulista", na orla do Janga, está sem manutenção, denunciam comerciantes da área

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 21/12/2020 às 14:03
Bruno Campos/TV Jornal
FOTO: Bruno Campos/TV Jornal
Leitura:

Duas crianças ficaram feridas após serem atingidas por parte da estrutura de um parquinho na orla da Praia do Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O caso aconteceu, na noite desse domingo (20), enquanto dezenas de crianças brincavam no local. O tronco de madeira que segura as cadeiras do balanço do parquinho, localizado ao lado do letreiro “Eu Vivo Paulista”, despencou e atingiu as duas crianças, uma de 9 anos, e outra de 8.

O pai do menino mais velho, um policial reformado que prefere não se identificar, contou que, por pouco, outra filha dele não foi atingida. “Nós fazemos esse passeio uma vez por semana, e sempre vem eu, minha esposa e meus dois filhos, uma menina de seis anos e o menino que aconteceu o problema de nove anos. Todos os dois são franzinos, mas o complicado teria sido se tivesse sido com minha filha”, disse.

O menino foi socorrido pelo Samu com dores nas costas.

Criança atingida na cabeça

A outra criança, de 8 anos, foi atingida na cabeça. A mãe dela, a dona de casa Maria do Carmo Matias, conta que ficou desesperada. O socorro, segundo a mãe do menino, demorou muito a chegar. “A ambulância veio chegar eram 21h40, e o ocorrido foi por volta das 18h30. Demorou muito, e meu filho com a pancada na cabeça, com muita dor”, relatou.

Falta de manutenção

Segundo o comerciante Alcir Bispo, não há manutenção nos brinquedos do parquinho e dezenas de crianças usam os equipamentos durante o fim de semana. “O que falta aqui é somente um pouco de manutenção. Não sei se foi falha da prefeitura ou da empresa. Mas acontece que foi mal elaborado”, afirmou.

Outro trabalhador no local, o vendedor Gilberto Albuquerque também fez um alerta: os coqueiros no entorno do parque são um risco iminente. “Esses cocos nascem muito rápido, então precisa de uma atenção maior para que possamos não ter acidentes sérios aqui”, comentou.

Prefeitura de Paulista lamenta

Em nota, a Prefeitura de Paulista disse que lamenta o ocorrido no parquinho da orla do Janga, se solidariza com as famílias das crianças atingidas e informa que a área está interditada para recuperação dos brinquedos.

Quanto à situação dos coqueiros, uma equipe será encaminhada até a próxima quarta-feira (23) para resolver a questão.

Sobre a demora da ambulância de chegar ao local da ocorrência, até o momento, não tivemos resposta do Samu.


Mais Lidas