INDEFINIÇÃO

'Só perderemos Mugni se for da vontade do jogador e do empresário', diz diretor do Sport


Lucas Mugni tem contrato com o Sport até dia 31 de dezembro e ainda não renovou o seu vínculo com o Leão

Publicado em 22/12/2020 às 12:27
Anderson Stevens/Sport Club do Recife
FOTO: Anderson Stevens/Sport Club do Recife
Leitura:

O meia argentino Lucas Mugni tem contrato com o Sport até dia 31 de dezembro e ainda não renovou o vínculo com o Rubro-Negro. Ou seja, se não acertar a extensão do vínculo com o leonino, sai de graça para outro clube ao término do contrato. Vale lembrar que Mugni é o único jogador do Leão que ainda não acertou essa renovação pelo menos até fevereiro, quando acaba o Campeonato Brasileiro da Série A. Um dos entraves para a extensão contratual acontecer está na questão financeira. Até existe um acerto entre o jogador e o Leão, mas falta o Sport efetuar o pagamento.

Nesta terça-feira, em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o diretor de futebol do Sport, Wanderson Lacerda, afirmou que realmente essa questão financeira é um problema, mas que o clube está se esforçando para resolver isso. Além disso, destacou que o Rubro-Negro só perde o jogador caso Mugni não queira ficar no Leão pelo menos até o fim da Série A, que termina no dia 24 de fevereiro - o Sport, aliás, também tem interesse que o atleta permaneça até o final de 2021.

"A luta da diretoria é muito grande para que o contrato de Lucas Mugni seja prorrogado. Agora tem que contar com a vontade e compreensão do jogador e do seu empresário. Diretoria, jogador e empresário estão conversando para que o atleta fique pelo menos até fevereiro, se não houver daqui para lá uma chance de ficar com o jogador até o fim de 2021. Mas (digo) uma coisa (para) vocês da imprensa e a torcida rubro-negra: só perderemos Lucas Mugni se for uma coisa da vontade do jogador e do empresário. Porque o clube, a diretoria, o grupo de jogadores e a comissão técnica querem continuar com o jogador", afirmou Wanderson Lacerda em entrevista à Rádio Jornal.

Correndo contra o tempo

Diante deste cenário, o Sport corre até o dia 30 de dezembro para registrar a extensão de contrato com o jogador pelo menos até fevereiro, uma vez que as prorrogações contratuais precisam ser prorrogadas no BID antes do fim do vínculo dos atletas. Neste caso de Mugni, o vínculo acaba no dia 31 de dezembro. Caso o Leão não consiga renovar com o jogador, a partida do próximo sábado (26), diante do Goiás, pode ser a última do argentino vestindo a camisa do Leão.

Mugni, aliás, é uma das principais peças do Sport na Série A. Desde que o técnico Jair Ventura chegou, o argentino tornou-se um pilar da equipe rubro-negra, destacando tanto na marcação como também na construção ofensiva. É o 'motorzinho' do time leonino. Na última partida do Sport, inclusive, deu a assistência para Dalberto fazer o gol do Leão no empate por 1x1 diante do Grêmio, na Ilha do Retiro. Em 22 jogos na Primeira Divisão, ele marcou uma vez (diante do Palmeiras) e deu três assistências.


Mais Lidas