River Plate x Palmeiras: veja onde assistir à semifinal da Libertadores 2020

Verdão também encarou os argentinos na semifinal da Libertadores de 1999, ano do título palmeirense.

SEMIFINAL
River Plate x Palmeiras: veja onde assistir à semifinal da Libertadores 2020

River Plate x Palmeiras: semifinal da Libertadores tem transmissão da TV Jornal/SBT. Téo José narra a partida, com comentários de Mauro Beting e Jorginho - Foto: Cesar Greco/ Palmeiras/ Direitos Reservados

Com informações do SBT

River Plate e Palmeiras se enfrentam nesta terça-feira (5), pela primeira partida das semifinais da Libertadores. A luta do Verdão pelo bicampeonato tem mais um capítulo a partir das 21h15, com exibição do SBT para todo o Brasil. Você pode acompanhar a partida na tela da TV Jornal ou aqui no site.

Reencontro

O confronto em Avellaneda marca o reencontro das equipes pelo torneio continental, e na mesma fase. Em 1999, ano histórico para os palmeirenses, os times se enfrentaram em duas partidas memoráveis. No fim, uma vitória para cada lado e Verdão na final, para enfrentar o Deportivo Cali-COL.

Equipe

A equipe de transmissão já está escalada para trazer todos os detalhes da partida entre os dois melhores times da atual edição do torneio. Téo José, o narrador oficial da Libertadores no SBT, dará voz a todos os lances do jogaço, enquanto Mauro Beting e Jorginho serão os responsáveis pelos comentários.

 

>> Palmeiras embarca para Argentina com confiança para duelo contra o River Plate

>> Atletas do Uruguai defendem Cavani após a Federação Inglesa de Futebol acusá-lo de racismo

>> Quantos milhões embolsaram Palmeiras e Santos até agora na Libertadores?

>> Com transmissão do SBT e da TV Jornal, Palmeiras encara o River Plate pela semifinal da Libertadores

>> Antes das semifinais contra brasileiros na Libertadores, Boca e River empatam clássico

 

River Plate

Após empatar o "Superclássico" diante do Boca Juniors, por 2 a 2, "Los Millonarios" partem em busca da terceira final consecutiva de Libertadores. Os atuais vice-campeões chegam para o duelo preocupados com a parte física dos atletas. No jogo do último sábado (2), pela Copa Diego Armando Maradona, Marcelo Gallardo decidiu manter Ponzio, Nacho Fernandez e Matias Suárez no banco de reservas. 

Os três, considerados fundamentais no esquema do time, devem ser titulares diante do Palmeiras. Quem também está relacionado é o lateral-esquerdo Casco, fora desde o dia 27 de dezembro, após sofrer uma distensão muscular no confronto diante do Arsenal, pelo campeonato local. 

Provável Escalação: 

Armani; Montiel, Paulo Diaz, Pinola e Casco; Sosa, Enzo Pérez, De La Cruz e Nacho Fernández; Suárez e Borré

Palmeiras

Vivo nas três competições que disputa, o Palmeiras de Abel Ferreira não teve tempo para curtir as festas de final de ano. Depois de garantir vaga na final da Copa do Brasil, o grupo desembarcou na Argentina para manter a invencibilidade fora de casa na Libertadores. Até agora, foram três vitórias e dois empates. Sabendo da importância do gol no campo do adversário, a equipe não deve ter uma postura totalmente defensiva diante dos atuais vice-campeões.

Luiz Adriano e Rony, talismãs diante do América-MG, devem iniciar a partida. O centroavante abriu o placar no Independência, na última quarta-feira, e chegou ao 17º gol na temporada. Já o camisa 11, autor do segundo gol palmeirense naquela partida, segue em alta com a torcida e muito bem na competição sul-americana, com 4 bolas na rede e 7 assistências. O "Mister Libertadores" quer fazer história na Argentina.

Provável escalação: 

Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo, Zé Rafael (Patrick de Paula) e Raphael Veiga; Gabriel Veron (Gustavo Scarpa), Rony e Luiz Adriano.

A noite de Alex

O confronto entre River Plate e Palmeiras marcou a campanha vitoriosa do time brasileiro em 1999. Na partida de ida, no Monumental de Nuñez, vitória dos argentinos, por 1 a 0, em um dos melhores jogos do goleiro Marcos com a camisa palmeirense. O placar magro permitiu que o Alviverde revertesse a vantagem do adversário em São Paulo. Na noite de 26 de maio, quem brilhou foi o meia Alex, autor de dois gols na contundente vitória por 3 a 0.

À época, o River era comandado por Ramón Diaz, que recentemente teve uma passagem relâmpago pelo Botafogo, sem nem chegar a estrear. No elenco, nomes de peso como os do goleiro Bonano, do atacante Saviola, que brilhou no Barcelona-ESP, do ídolo cruzeirense Sorín, e do cérebro daquele time, Marcelo Galllardo. 

As escalações daquela noite

Palmeiras:

Marcos; Arce, Roque Júnior, Agnaldo e Rubens Júnior (Tiago Silva); César Sampaio, Rogério (Galeano) e Zinho; Alex; Paulo Nunes e Oséas (Euller). Técnico: Luiz Felipe Scolari

River Plate: 

Bonano; Lombardi, Berizzo, Sarábia e Placente (Gancedo); Netto (Aimar), Pereyra (Pizzi), Sorín e Berti; Gallardo e Angel. Técnico: Ramón Díaz.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.