LUTO GENIVAL

O rei da Paraíba nos deixou. Momento de muita dor, diz João Lacerda, filho de Genival


João Lacerda concedeu entrevista a TV Borborema, afiliada do SBT na Paraíba

Gustavo Henrique Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 07/01/2021 às 19:45
TV Borborema / Afiliada SBT
FOTO: TV Borborema / Afiliada SBT
Leitura:

João Lacerda, um dos dez filhos de Genival, concedeu entrevista a TV Borborema, afiliada do SBT na Paraíba. Ele estava visivelmente emocionado e lamentou a morte do pai. "O rei da Paraíba nos deixou. Momento de muita dor", declarou.

Assista ao depoimento completo

O corpo do cantor e compositor Genival Lacerda, que morreu aos 89 anos em decorrência de complicações da Covid-19 na manhã desta quinta-feira (7), saiu do Hospital da Unimed I, na Ilha do Leite, na área central do Recife, por volta das 15h. O enterro do artista paraibano ocorre no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, em Campina Grande, cidade natal dele e que decretou luto de três dias. Uma multidão de pessoas aguarda no local para dar o último adeus a Genival.

Assista na reportagem

Chegada do corpo na Paraíba

Ao som de forró, corpo chega ao cemitério

Confira

Canção "Severina Xique Xique" é tocada no enterro de Genival

Morte

O cantor morreu na manhã desta quinta-feira (7), vítima de Covid-19. O artista estava internado desde novembro do ano passado em um hospital particular do Recife. Genival tinha 89 anos de idade e deixou um legado imenso na música popular nordestina.

Genival havia sido internado em 30 de novembro. Em 10 de dezembro, o cantor teve o diagnóstico de pneumonia. No último boletim divulgado, a equipe médica do hospital informou que Genival respirava com ajuda de aparelhos. A família de Genival também chegou a pedir doação de sangue para o cantor.

No início de dezembro, o filho de Genival, João Lacerda, que também é cantor, havia declarado preocupação com a situação do pai. O artista passou 38 dias internado. No local, um dos dez filhos dele, o também cantor João Lacerda, disse que a irreverência de “Seu Vavá” vai ficar marcada na memória da música brasileira.

Humor

As letras bem humoradas acabaram influenciando nas capas dos discos e também no estilo do cantor que sempre se apresentava com uma camisa florida, sandália e chapéu que Genival fazia questão de colecionar. Isso sem falar na dancinha com a barriga que ganhou notoriedade nacional.

Músicas

Relembre alguns sucessos de Genival Lacerda:

Severina Xique-Xique


De quem é esse Jegue

Homenagens

Em solidariedade, alguns artistas e políticos lamentaram a morte de Genival nas redes sociais e por meio de nota, a começar pelo seu filho, João Lacerda. "Hoje perdi um dos maiores amigos de minha vida", escreveu ele em uma publicação.

Artistas

Outros artistas e alguns políticos também prestaram homenagens nas redes sociais, fazendo referência à importância de Genival Lacerda para a música brasileira. Veja:

 
 
 
 

Políticos

Por meio de nota, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), disse que o Nordeste perdeu um dos maiores ícones culturais. "Genival Lacerda nasceu na Paraíba, mas era um cidadão pernambucano. Sua música cantou nossas tradições e seu humor divertiu gerações. Expresso aqui meus sentimentos aos familiares, amigos e admiradores de Genival", diz a nota.

O prefeito de Recife, João Campos (PSB), também prestou homenagem através de nota. A mensagem diz que a alegria de Genival é uma grande perda para os amantes da boa música. "Sua memória estará sempre presente na história da nossa cidade, onde foi homenageado oficial do São João de 2015. Quero me solidarizar com sua família, amigos e todos aqueles que, certamente, levarão o seu legado à frente", diz um trecho da nota.

Luciana Santos (PCdoB), a vice-governadora de Pernambuco, falou sobre a morte do cantor no Twitter. "Sua perda entristece a todos nós", lamentou ela.

 
 

Nota de pesar da prefeita Raquel Lyra em relação ao falecimento do cantor Genival Lacerda.

Foi com bastante tristeza que recebi a notícia do falecimento do grande artista Genival Lacerda, na manhã desta quinta-feira (7). Representante legítimo da cultura nordestina, ele fez uma linda história cantando a alegria da nossa gente. Ficará a saudade eternizada na nossa memória e no seu repertório musical. À família e aos amigos, o meu mais sincero pesar.

Trajetória

Nascido em 1931, em Campina Grande, na Paraíba, Genival Lacerda começou os primeiros passos como cantor aos 17 anos, ainda na cidade natal.

Na década de 50, mudou-se para Pernambuco. Foi aqui que Genival ganhou destaque na cena musical. Entre os quase 50 discos da carreira, sucessos como Severina Xique Xique, Radinho de Pilha, Ele Tá de Olho na Botique Dela e Mate o Véio, que o cantor considerava ser o maior sucesso da trajetória.

Estilo

As letras bem humoradas acabaram influenciando nas capas dos discos e também o estilo do cantor, que sempre se apresentava com uma camisa florida, sandália e chapéu, que Genival fazia questão de colecionar. Isso sem falar na dancinha com a barriga, que ganhou notoriedade nacional, no Programa Silvio Santos.

SBT

No SBT, Genival participou de várias atrações, como The Noite, com Danilo Gentil, e Programa do Raul Gil, sempre em parceria com o filho, o também cantor, João Lacerda, que acompanhava o pai em todas as apresentações.

Apaixonado pela vida

Com o estilo leve e bem humorado, o cantor Genival Lacerda sempre foi um apaixonado pela vida.


Mais Lidas