Falta d'água

Para diminuir falta de água, Compesa promete abrir 33 poços no Grande Recife


Presidente da Compesa explicou construção dos poços será realizada na região norte do Grande Recife

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 22/01/2021 às 10:59
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deve abrir 33 poços artesianos nas cidades da região norte do Grande Recife. De acordo com a presidente da instituição, Manuela Marinho, a intenção é melhorar o fornecimento de água na Região Metropolitana, que está sofrendo com pouca chuva.

A informação foi dada ao Passando a Limpo, da Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (22). “A gente está lançando mais 33 poços, onde a gente está investindo 19 milhões de reais, justamente nessas cidades da região norte do Grande Recife, que é para jogar mais 500 litros de água no sistema e amenizar e trazer mais água, para que a gente possa distribuir para a população”, disse a presidente. “A gente está investindo em poços, no Brejo da Guapiraba [Recife], em Igarassu, em Goiana, em Abreu e Lima”, afirmou.

Menos chuva

De acordo com Mariana, diferente do que havia sido previsto pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), houve redução no volume de chuvas na região. “Mudamos o calendário de abastecimento de mais de 40 municípios do Agreste e Sertão. Tinham municípios que estavam em colapso, como Jataúba, que passaram a ter água diariamente. Mas isso não se concretizou aqui na Região Metropolitana. Ao contrário, conforme a Apac informou, choveu 25% a menos”, disse.

Ouça a entrevista na íntegra:


Mais Lidas