Veja a divulgação do calendário do 13º do Bolsa Família por Paulo Câmara

Nesta semana, mais beneficiários do Bolsa Família começaram a receber via poupança Social, Caixa Tem

ANúNCIO
Veja a divulgação do calendário do 13º do Bolsa Família por Paulo Câmara

Calendário de pagamento é referente ao ano de 2020 - Foto: Reprodução/TV JC

O governador Paulo Câmara anuncia, a partir das 11h desta terça-feira (26), o calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família, referente ao ano de 2020.

>> Bolsa Família: veja se você começa a receber via Caixa Tem nesta semana

>> Bolsa Família: mais beneficiários recebem via Caixa Tem

 

O evento terá transmissão online, diretamente do Palácio do Campo das Princesas, por meio do canal oficial do Governo de Pernambuco, no Youtube. (Assista abaixo)

 

>> Paulo Câmara divulga calendário do 13º do Bolsa Família nesta terça (26); veja se tem direito

 

Transmissão ao vivo

 

>> Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família em 2021

>> Eleições 2020: governo fiscaliza candidatos que recebem Bolsa Família

>> Teve Bolsa Família bloqueado? Veja como não perder benefício

 

Dúvidas sobre o Bolsa Família

A repórter Juliana Oliveira esclareceu algumas dúvidas sobre esse anúncio e o pagamento do Bolsa Família, no Bronca 24h desta terça-feira (26). Confira, a partir do minuto 35.

Economia do estado

Neste segundo ano de execução, o governo estadual vai injetar, aproximadamente, R$ 150 milhões na economia pernambucana, com a parcela extra do programa. 

Previsão

O pagamento do 13º do Bolsa Família será realizado nos meses de fevereiro, março e abril deste ano, conforme cronograma do programa estadual.

Recebimento via Caixa Tem

Em 10 de dezembro, teve início o pagamento para beneficiários do Bolsa Família, via Caixa Tem. A abertura das contas digitais para crédito do Bolsa Família está sendo feita de forma escalonada.

 

>> Calendário do Bolsa Família 2021: veja quando recebe e se será via Caixa Tem

 

Nesta semana, novos beneficiários do Bolsa Família começam a receber o Bolsa Família via poupança social digital, Caixa Tem.

 

>> Governo amplia prazo de saques do Bolsa Família

>> Após auxílio emergencial, Bolsa Família pode atender mais pessoas

>> OCDE: Relatório sugere aumento de valores do Bolsa Família

>> Entenda como Bolsa Família pode ser opção a auxílio emergencial em 2021

>> Bolsa Família: Proposta prevê reajustes e pagamento de abono natalino

 

Abertura das contas

A abertura das contas será feita de forma automática e escalonada pela Caixa Econômica, sem a necessidade de apresentação de documentos ou comparecimento às agências.

Além de movimentar o benefício pelo aplicativo, os beneficiários poderão continuar sacando os recursos, por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

 

Ampliação de uso da Poupança Social

No dia 22 de outubro, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a Lei nº 14.075/2020, que permitiu à União, Estados e Municípios realizar pagamentos de diversos benefícios sociais e previdenciários em Conta Poupança Social Digital.

Antes da sanção da Lei, a conta era utilizada exclusivamente para os pagamentos dos Auxílio Emergencial, Auxílio Emergencial Extensão, Saque Emergencial FGTS e Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm). 

 

Como movimentar a conta

A Conta Poupança Social Digital é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil. Para utilizá-la, não é preciso gerar nova senha. O beneficiário poderá usar a mesma senha do cartão social.

Logo após o crédito dos valores, é possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio de mais de nove milhões de maquininhas de cartão espalhadas por todo o Brasil.

O beneficiário também poderá realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas através da opção “Pagar na Lotérica” do Caixa Tem, além de poder realizar saques da conta com o cartão do Programa Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

 

Cartão de débito virtual

Para utilizar o cartão, o beneficiário precisa gerá-lo, entrando no aplicativo e acessando o ícone Cartão de Débito Virtual. Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do Caixa Tem.

Em seguida, aparecerão os seguintes dados: nome do cidadão, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em “gerar”. Pronto. O cartão está disponível.

O código de segurança vale para uma compra ou por alguns minutos. Para realizar uma nova compra é preciso gerar um novo código. Com o Cartão de Débito Virtual Caixa é possível fazer compras pela internet, aplicativos e sites de qualquer um dos estabelecimentos credenciados. 

Pagamento nas maquininhas

Além da possibilidade de uso do cartão de débito virtual, disponível para compras online, o Caixa Tem oferece a opção “Pague na maquininha”, forma de pagamento digital que pode ser utilizada nos estabelecimentos físicos habilitados.

É uma funcionalidade por leitura de QR Code gerado pelas maquininhas dos estabelecimentos e que pode ser facilmente escaneado pela maioria dos telefones celulares equipados com câmera.

Quando o cliente seleciona a opção “Pague na maquininha”, no aplicativo, automaticamente a câmera do celular é aberta. O usuário deve então apontar o telefone para leitura do QR Code gerado na maquininha do estabelecimento.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.