Conheça o programa da Polícia Civil de Pernambuco para localizar pessoas desaparecidas

Segundo a Polícia Civil, o estado registrou cerca de 2.500 casos de pessoas desaparecidas em 2020

BUSCAS
Conheça o programa da Polícia Civil de Pernambuco para localizar pessoas desaparecidas

Em pouco mais de quatro meses, serviço localizou 17 pessoas - Foto: Tânia Rego/Arquivo/ABr

Reunir famílias e reconectar histórias perdidas no tempo. Esses são os objetivos do Projeto Reencontro, que viabiliza a localização de pessoas desaparecidas. A iniciativa é desenvolvida em parceria entre a Delegacia de Desaparecidos e de Proteção à Pessoa (DHPP) e o Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB).

Segundo o diretor do DHPP, da Polícia Civil de Pernambuco, Bruno Magalhães, em pouco mais de quatro meses, o serviço localizou 17 pessoas.

Apesar de três pessoas localizadas já terem falecido, ainda houve espaço para a formação de novos laços. Em um dos casos, o filho que procurava pela mãe acabou encontrando uma família, como relata o delegado. “A notícia foi ruim para ele, porque ele descobriu que a mãe estava morta, mas ao mesmo tempo ele descobriu uma avó, um avô, tios que ele não conhecia. Apesar da triste notícia do falecimento da mãe, ele pode encontrar toda uma família que queria encontrá-lo”, contou o delegado.

Projeto Reencontro

O Projeto Reencontro pretende ajudar milhares de famílias em Pernambuco. De acordo com Bruno Magalhães, só no ano passado, o estado registrou cerca de 2.500 casos de pessoas desaparecidas.  

Quem estiver à procura de um parente no recife, pode procurar o DHPP, na Rua João Lacerda, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. Para os demais municípios do estado, o cidadão pode consultar o contato da delegacia mais próxima no site policiacivil.pe.gov.br. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.