PANDEMIA

Ex-secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, é indiciado por suspeita de irregularidades na compra de respiradores para pacientes com covid-19

Inquérito que investiga Jailson Correia apontou que a Secretaria comprou respiradores que não poderiam ser utilizados em humanos, e de empresa sem autorização

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 11/02/2021 às 12:16
Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O ex-secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, e mais três pessoas foram indiciados pela Polícia Federal por irregularidades na compra de respiradores que deveriam ser destinados ao tratamento de pacientes com covid-19.

O inquérito apontou que a Secretaria de Saúde do Recife comprou respiradores de uma empresa que não tinha autorização da Anvisa para produzir os equipamentos, os quais não poderiam ser utilizados em humanos.

>> MPF pediu prisão de Jailson Correia, secretário de saúde do Recife

Na época, um vídeo dos respiradores sendo testados em porcos circulou nas redes sociais. O valor desse contrato foi de R$ 11 milhões.

>> Jailson Correia, Secretário de Saúde do Recife, testa positivo para covid-19

Crime

De acordo com a Polícia Federal, Jailson Correia foi indiciado pelo crime de dispensa indevida de licitação.

Indiciamentos

O ex-diretor financeiro e a ex-fiscal de contrato da Secretaria de Saúde do Recife foram indiciados por peculato e por dispensa indevida de licitação.

O empresário envolvido no caso foi indiciado por uso de documento falso e por sonegação tributária e previdenciária.

Mais Lidas