Auxílio emergencial

Auxílio emergencial: Governo fará seleção prévia para pagamento de benefício em 2021, diz jornal

Previsão é que menos pessoas recebam o auxílio emergencial neste ano

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 16/02/2021 às 9:11
Welington Lima/JC Imagem
FOTO: Welington Lima/JC Imagem
Leitura:

O governo se prepara para reiniciar o pagamento do auxílio emergencial no próximo mês de março. No entanto, de acordo com o jornal Extra, antes de liberar os depósitos, o governo vai fazer uma seleção prévia no cadastro dos beneficiários que sacaram o auxílio no ano passado.

Segundo fontes ouvidas pelo Extra, diferente do que aconteceu em 2020, quando os próprios beneficiários fizeram uma autodeclaração, neste ano, o Ministério da Cidadania já tem um banco de dados pronto para garantir quem tem direito a receber o dinheiro.

A ideia do governo, segundo o jornal, é que a nova rodada de parcelas seja depositada automaticamente. Desta forma, também diferente do que foi feito em 2020, os beneficiários não precisarão se inscrever para receber o auxílio.

De acordo com a reportagem, os critérios para o recebimento do benefício devem ser os mesmos do ano passado. Entretanto, ainda não se sabe se mães solteiras vão receber o dinheiro em dobro, como na primeira rodada de pagamentos.

Pente fino

Dos quase 68 milhões de pessoas que receberam a verba em 2020, pouco mais de 40 milhões vão receber novamente neste ano. Entre os que devem receber novamente, 14 milhões de beneficiários do bolsa família e trabalhadores informais e pessoas vulneráveis fora do Bolsa Família.

Parcelas

Segundo o jornal, a ideia é que o valor do auxílio seja dividido em quatro parcelas de R$ 250.

Mais Lidas