DROGAS

Após apreender cocaína em veleiro, PF investiga possível rota para tráfico em Fernando de Noronha

Polícia Federal apreendeu mais de duas toneladas de cocaína em um veleiro a 270 quilômetros da costa do Recife

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 17/02/2021 às 16:40
Day Santos/ JC Imagem
FOTO: Day Santos/ JC Imagem
Leitura:

Subiu para mais de duas toneladas a quantidade de cocaína apreendida em um veleiro pela Polícia Federal em Pernambuco. O barco foi interceptado na costa do Recife, no último domingo (14), quando seguia para a Europa. Agora, a PF investiga se existe uma nova rota de tráfico internacional de drogas que passe pelo arquipélago de Fernando de Noronha, onde parte do material seria descarregado.

O delegado da Polícia Federal Alexandre Alves diz que não se pode afirmar, ainda, que o arquipélago seja rota para o tráfico de drogas.

>> Veja imagens da chegada ao Recife do veleiro apreendido com mais de 2,2 toneladas de cocaína

>> Polícia Federal investiga suposta rede de tráfico de pessoas em Pernambuco

Investigação

De acordo com o delegado, a investigação para descobrir a origem do entorpecente e a identidade dos suspeitos ainda está em andamento. Alexandre Alves ainda explica o que deve acontecer com os suspeitos, presos em flagrante.

Prisões

Cinco pessoas foram presas em flagrante na abordagem ao veleiro e a embarcação foi rebocada por um navio da Marinha Brasileira até chegar ao Porto do Recife nesta terça-feira.

No final das investigações, toda a cocaína apreendida será incinerada.

Mais Lidas