Prisão de deputado Daniel Silveira não vai afetar pautas, como o novo auxílio emergencial, diz presidente da Câmara dos Deputados

Após a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), especulou-se que as votações no Legislativo, incluindo as relacionadas ao novo auxílio emergencial, pudessem ser atrasadas

LEGISLATIVO
Prisão de deputado Daniel Silveira não vai afetar pautas, como o novo auxílio emergencial, diz presidente da Câmara dos Deputados

Lira e Pacheco mantêm votações da agenda econômica e auxílio emergencial - Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco, reafirmaram as votações da agenda econômica e de combate à pandemia.

Eles se reuniram nessa quinta-feira (18) com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o ministro da Secretaria de Governo, general Ramos, para tratar da pauta econômica e do retorno do auxílio emergencial.

 

>> Novo auxílio emergencial: confira prazos divulgados pelo governo para novas definições

>> Novo auxílio emergencial: saiba se beneficiários do Bolsa Família devem seguir no programa

 

Prisão de deputado

Após a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), especulou-se que as votações no Legislativo pudessem ser atrasadas em razão de uma possível crise política.

>> Daniel Silveira já foi preso mais de 90 vezes: veja quem é o deputado bolsonarista que ameaçou ministros do STF

>> Vídeo com ofensas e ameaças motivou prisão de deputado bolsonarista Daniel Silveira

Lira afirmou que, mesmo com todos os problemas, as pautas traçadas pelo governo, pela Câmara e pelo Senado estão mantidas.

“Vamos continuar tratar dos assuntos importantes para o Brasil, como as propostas de emenda à Constituição (PECs) que tramitam na Câmara e no Senado, como as vacinas e o combate à pandemia. Todos os outros assuntos são laterais”, disse Lira. 

 

>> Novo auxílio: beneficiários devem ser inclusos através de seleção prévia

>> Auxílio emergencial: 33 milhões de brasileiros devem receber nova rodada do benefício

>> Número do CPF pode indicar quem irá receber novo auxílio emergencial

>> Proposta que permite novo auxílio emergencial já está pronta; entenda o que falta

 

Reunião na próxima semana

Rodrigo Pacheco afirmou que, na próxima semana, o Senado vai discutir a PEC Emergencial, que possibilitará o retorno do auxílio emergencial.

Pacheco sinalizou que o relator do texto, senado Márcio Bittar, irá apresentar o relatório nos próximos dias com uma cláusula que vai permitir a implementação do auxílio emergencial.

“Foi mais uma rodada de conversas para o encaminhamento do auxilio e da contrapartida; não como condição para ser aprovado, mas como mais uma sinalização do Senado e da Câmara com a responsabilidade fiscal”, afirmou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.