proibição

Confira o que muda em cidade brasileira que aderiu ao ''lockdown total'' por 60 horas


As multas para quem desrespeitar medidas de isolamento (lockdown) podem chegar a até R$ 6 mil

Com informações do Estadão Conteúdo
Com informações do Estadão Conteúdo
Publicado em 20/02/2021 às 16:29
Bruno Campos/TV Jornal
FOTO: Bruno Campos/TV Jornal
Leitura:

Do meio-dia de domingo (21) à meia-noite de terça-feira (23), os moradores de Araraquara, no interior de São Paulo, terão que ficar em 'lockdown'. Ao todo, serão 60 horas em que bancos, indústrias, supermercados, postos de combustíveis, todo comércio e serviços públicos não essenciais ficaram fechados. Além disso, os Carros e ônibus do transporte também não poderão circular pelo município.

A decisão foi tomada pela prefeitura depois dec inco mortes pela covid-19 serem registradas, na sexta-feira (19), e mais um dia de UTIs lotadas. O município de Araraquara está na fase vermelha do Plano São Paulo de enfrentamento à covid-19. De acordo com o decreto oficial, as pessoas que forem flagradas fora de casa terão de comprovar com documentos que a situação de emergência. Quem descumprir, pode pagar multa (confira abaixo).

O que abre e que fecha? Tem multa?

Pelo novo decreto, apenas as farmácias e estabelecimentos de saúde podem abrir. Já os postos de combustível só poderão abastecer veículos dos serviços públicos municipais, estaduais e federais, incluindo a Polícia Militar.

A população terá licença para sair de casa para atendimento médico, compra de remédio e trabalho em serviço essencial. Quem for pego fora de casa e não apresentar a comprovação da necessidade de estar na rua será multado em até R$ 6 mil. O aumento nos casos e o colapso nos hospitais fizeram que o lockdown, em vigor desde segunda-feira (15), fosse prorrogado.

"Estamos falando de um momento em que famílias estão chorando a morte de seus entes, que só nós podemos juntos tirar Araraquara dessa situação", afirmou o o prefeito Edinho Silva (PT), através das redes sociais.


Mais Lidas