Síndrome de Haff: Além de duas irmãs que comeram peixe, Pernambuco investiga outros três casos de Doença da Urina Preta

Secretaria Estadual de Saúde foi notificada dos cinco casos suspeitos da Síndrome de Haff esta semana

SíNDROME DE HAFF
Síndrome de Haff: Além de duas irmãs que comeram peixe, Pernambuco investiga outros três casos de Doença da Urina Preta

Peixe - Foto: Reprodução

Além das duas irmãs que adoeceram, após comer peixe no Recife, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco investiga outros três casos suspeitos de Síndrome de Haff no Estado. Os cinco casos foram notificados por um órgão da Prefeitura do Recife no início desta semana. A síndrome também é conhecida como Doença da Urina Preta, causa escurecimento da cor da urina e fortes dores musculares. 

 

>>> Saiba como se prevenir da doença da urina preta. 

 

Segundo nota enviada pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira (24), os cinco casos foram notificados pelo  Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) do Recife, no final da tarde da última segunda-feira (22). 

"Após a notificação, a SES-PE orientou sobre a investigação epidemiológica de todos aqueles que consumiram o alimento, assim como a coleta do referido insumo para encaminhamento ao Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) para que sejam providenciadas  as análises laboratoriais", disse a Secretaria por meio de nota.

“Dois pacientes encontram-se internados em unidade particular da capital pernambucana”, detalhou a pasta, após explicar que a investigação é conduzida pela secretaria de Saúde do Recife.

Acompanhamento epidemiológico

Em nota, a Secretaria disse que “por meio da Rede de Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Rede Cievs), acompanha e mantém toda rede de serviços de atenção e vigilância do Estado alerta para a notificação de casos suspeitos da doença”. "Entre 2017 e 2021, foram registrados 15 casos, sendo 10 confirmados por critério clínico epidemiológico (4 em 2017 e 6 em 2020) e 5 (de 2021) ainda em investigação", contabilizou a SES. 

O que é a síndrome de Haff?

A Síndrome de Haff apresenta sintomas como fortes dores musculares e o escurecimento na cor da urina. Infectologistas explicam que o mal é causado pelo consumo de peixe infectado por uma toxina que é produzida quando o alimento não é armazenado em temperaturas corretas. 

Como se prevenir?

De acordo com o infectologista Filipe Prohaska, a melhor forma de prevenir a doença da urina escura é consumindo peixe com boa procedência. Se for comprar o alimento em uma feira, é necessário observar se o peixe está sendo mantido no gelo, para conservar a temperatura correta. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.