Auxílio emergencial pode ser aprovado e começar a ser pago mais rápido

Uma mudança na tramitação, na Câmara dos Deputados, deve garantir o pagamento mais rápido do auxílio emergencial

CâMARA DOS DEPUTADOS
Auxílio emergencial pode ser aprovado e começar a ser pago mais rápido

PEC Emergencial será votada direto em plenário, diz Lira - Foto: Marcello Casal Jr./ABr

Com informações da Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Arthur Lira (PP-AL), divulgou uma mudança na forma de votação da proposta que vai viabilizar o novo auxílio emergencial (PEC Emergencial), que pode agilizar o início dos pagamentos do auxílio emergencial, em 2021.

 

>> Veja como será o auxílio emergencial em 2021, após confirmação de Bolsonaro

>> Além do auxílio emergencial, programa de renda que substitua ou amplie o Bolsa Família é discutido

>> Auxílio emergencial no Imposto de Renda: veja se precisa declarar ou devolver, e como fazer

>> Novo auxílio emergencial: Jair Bolsonaro confirma, divulga valor e detalha pagamentos

 

Simplificação

Lira afirmou que a maioria dos líderes, na reunião de líderes dessa terça-feira (2), decidiu votar a PEC Emergencial (PEC 186/19), que garante o pagamento do auxílio emergencial em 2021, direto no Plenário da Câmara.

Dessa forma, a proposta de emenda à Constituição seguirá um rito célere na Câmara, sem precisar passar pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), nem por comissão especial.

O texto prevê o pagamento do benefício já no mês de março. A PEC ainda está no Senado e deve ser votada lá nesta quarta-feira (3).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.