Auxílio emergencial

Primeira parcela do auxílio emergencial 2021 pode ser maior para compensar janeiro e fevereiro, diz governador do Piauí


Depósito da primeira parcela do auxílio emergencial 2021 pode ser feito ainda em março

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 04/03/2021 às 8:52
Jailton Junior/JC Imagem
FOTO: Jailton Junior/JC Imagem
Leitura:

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou que a primeira parcela do auxílio emergencial 2021 pode ser maior para compensar a ausência do pagamento do benefício no início do ano. A proposta foi debatida com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Lira já afirmou que a primeira parcela deve ser depositada ainda neste mês de março.

De acordo com a revista IstoÉ, Wellington Dias afirmou que “ficou um vazio” com a ausência de pagamento do auxílio entre janeiro e fevereiro. A ideia é que a primeira parcela seja maior e as parcelas seguintes se ajuste ao desejo do governo federal. A equipe econômica de Bolsonaro trabalha com a proposta de que o auxílio emergencial 2021 pague parcelas de R$ 250, bem menos do que as primeiras parcelas depositadas em 2020 de R$ 600.

O auxílio emergencial 2021 deve ser definido nos próximos dias por meio de uma Medida Provisória. Nesta quinta-feira, o Senado vota o segundo turno da PEC Emergencial, que autoriza a liberação de dinheiro para os pagamentos.

Calendário do auxílio emergencial 2021

Recentemente, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) afirmou que o auxílio emergencial 2021 deve começar a ser pago ainda em março. Segundo o parlamentar, o calendário deve seguir as datas do Bolsa Família.

A primeira parcela pode ser depositada já no próximo dia 18 de março.Devem ser quatro parcelas de R$ 250. Quem mora sozinho deve receber menos. Mulheres chefes de família podem receber até R$ 370.


Mais Lidas