Política

Procurador demonstra surpresa com decisão de ministro do STF sobre caso Lula


José Robalinho lembra que STF já tinha negado outros habeas corpus a Lula

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 09/03/2021 às 11:18
Foto / Reprodução
FOTO: Foto / Reprodução
Leitura:

Em entrevista ao Passando a Limpo da Rádio Jornal na manhã desta terça-feira (9), o ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, o pernambucano José Robalinho, se mostrou surpreso com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin de suspender as condenações da Lava Jato contra o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

“Acho que surpreendeu a todos porque essa matéria sobre a competência do ex-juiz Sérgio Moro para as matérias relativas à Petrobras, já tinha sido fixada desde 2015 pelo STF. Apesar da defesa de Lula ter questionado isso desde o primeiro momento e terem várias questões técnicas a serem debatidas. Não posso dizer que não foi surpreendente depois de vários argumentos um novo habeas corpus ser agora acatado”, disse Robalinho.

O procurador também falou sobre a possibilidade de suspeição do ex-juiz do caso, o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, e sobre outros processos da Lava Jato.

Ouça a entrevista na íntegra:


Mais Lidas