Caixa Econômica Federal anuncia a contratação de 7,7 mil pessoas para rede de agências

A Caixa Econômica Federal deve aumentar o número de agências, em especial nas regiões Norte e Nordeste

ECONOMIA
Caixa Econômica Federal anuncia a contratação de 7,7 mil pessoas para rede de agências

Longa fila em agência da Caixa Econômica Federal no Aeroporto do Recife - Foto: Welington Lima/JC Imagem

Com informações do Estadão Conteúdo

Com a perspectiva e preparação para aumentar o número de agências pelo Brasil, em especial nas regiões Norte e Nordeste, a Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (17) a contratação de 7.704 pessoas para reforçar a rede de atendimento, sendo que o processo já está em curso, em que 506 profissionais devem ser contratados. Ao todo, serão 2.766 contratados para serem empregados do banco, 1.162 ocuparão vagas de estágio, 2.320 serão vigilantes e 1.456 vão trabalhar como recepcionistas.

Além deles, a Caixa Econômica Federal informou que vai contratar 87 técnicos em Tecnologia da Informação (TI) a serem lotados no Distrito Federal (DF). As informações foram apuradas pelo Estadão Conteúdo. "São pessoas que farão a diferença neste momento tão sensível que o Brasil vive. Mais uma vez, ouvimos as demandas dos empregados e agimos rapidamente para fortalecer o atendimento, em especial para aqueles que mais precisam", afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em nota à imprensa.

> Caixa Tem tem calendário de atualização de cadastro divulgado pela Caixa Econômica

Novas agências da Caixa

A contratação das pessoas pela Caixa Econômica Federal está alinhada ao plano de abrir agências em 400 cidades. O objetivo do banco, de acordo com as informações obtidas pelo Estadão Conteúdo, é estar em todos os municípios com mais de 20 mil habitantes. No entanto, a Caixa Econômica Federal tem pedido às prefeituras que as folhas de pagamento dos servidores sejam transferidas para a instituição.

> Saiba como atualizar o cadastro no Caixa Tem para evitar fraudes no recebimento do auxílio

Redução de agências do Banco do Brasil

Em contrapartida, a expectativa é o Banco do Brasil encerre 112 unidades no primeiro semestre de 2021, como parte de uma reestruturação anunciada em janeiro e que busca aumentar a eficiência operacional da instituição. O Banco do Brasil, outro banco público, tem fechado várias agências espalhadas pelo Brasil.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.