PANDEMIA

Quarentena: boa parte do comércio fechou as portas, mas ainda houve desrespeito no Grande Recife


Apesar das medidas serem cumpridas em alguns estabelecimentos, outros serviços não essenciais estavam desobedecendo o decreto estadual

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 18/03/2021 às 12:22
Tião Siqueira/TV Jornal
FOTO: Tião Siqueira/TV Jornal
Leitura:

O comércio da Região Metropolitana do Recife amanheceu fechado, nesta quinta-feira (18), devido ao início da quarentena em Pernambuco, para tentar conter o aumento no número de casos e mortes por covid-19 no Estado.

Zona Norte

No bairro de Beberibe, Zona Norte, apenas as lojas autorizadas pelo decreto estavam abertas. Já no bairro de Água Fria, foram registradas, pela equipe de reportagem da TV Jornal, cenas de desrespeito ao decreto.

Ao perceber que estavam sendo filmados, comerciantes fechavam as portas dos estabelecimentos, que não estavam autorizados a funcionar, durante a quarentena mais rígida.

Centro do Recife

O Centro do Recife, que é sempre bem movimentado, estava com as ruas vazias, segundo a equipe de reportagem. Boa parte dos comerciantes acataram ao decreto estadual.

No mercado de São José, os boxes também amanheceram fechados. As lojas da Rua das Calçadas também acataram o decreto.

>> Plano de convivência e flexibilização econômica: relembre período após 1ª quarentena em Pernambuco

Desrespeito

Apesar de haver policiamento na área, houve quem desrespeitasse as ordens do Governo do Estado. Estabelecimentos como papelaria, lojas de tecidos e de venda de máscaras insistiram em permanecer abertos.

>> Entenda a diferença entre quarentena, lockdown e isolamento para não confundir o atual decreto em Pernambuco

Jaboatão dos Guararapes

No bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, foram flagradas pela equipe de reportagem várias pessoas desrespeitando o decreto.

Além disso, vários estabelecimentos não essenciais acabaram abrindo, provocando aglomerações pelas ruas do bairro.


Mais Lidas