CORONAVÍRUS

Por que pessoas obesas fazem parte do grupo de risco da covid-19?


Especialistas participaram do Consultório do Rádio livre desta terça-feira (23) e explicaram a relação da obesidade com a covid-19

Gustavo Henrique Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 23/03/2021 às 16:00
AFP
FOTO: AFP
Leitura:

Em entrevista à Rádio Jornal durante a tarde desta terça-feira (5), durante o Consultório do Rádio Livre, a médica endocrinologista Karina Santos e o cirurgião bariátrico Sérvio Fidney conversaram com o apresentador Leandro Oliveira sobre a relação da obesidade e a covid-19. A doença é considerada fator de risco para o novo coronavírus.

>>>Covid-19: com taxa de 97% nas UTIs, pacientes sofrem à espera de uma vaga na rede pública de Pernambuco

"Existem alguns fatores. Primeiro, é que os pacientes obesos têm uma imunidade prejudicada. Eles têm prejudicada a capacidade de inibir a replicação do vírus. Então, geralmente são pacientes que possuem uma carga viral maior. A obesidade proporciona no indivíduo um estado de inflamação crônica, e o covid desencadeia inflamações no corpo todo, principalmente no pulmão. Então a tendência é que, por causa disso (conjunto de inflamações), as complicações sejam piores e que esse paciente precisa de maior atenção na UTI", explicou a médica Karina Santos.

Ouça ao Consultório Rádio Livre

Como evitar maiores riscos?

Ainda de acordo com a Dra. Karina Santos, é possível evitar a forma grave da doença com o auxílio de atividades físicas. "Primeiro, além de todos os cuidados como o uso de álcool gel, máscara e distanciamento social, existe uma forma sim do paciente evitar desenvolver a forma grave da covid-19, que é justamente perdendo peso. Existem estudos que já mostram isso. Procure um médico, um endocrinologista, iniciando um trabalho multidisciplinar, iniciando metas de atividades físicas dentro de casa, durante o lockdown, aliado a uma dieta balanceada para melhorar as condições do paciente"

Sobrepeso x Obesidade

Uma forma de distinguir sobrepeso e obesidade é calcular o IMC (índice de massa corporal). Um adulto é considerado com “sobrepeso” quando está acima de seu peso saudável estipulado, que varia de acordo com a altura e sexo de uma pessoa. Acredita-se que o peso ideal para qualquer adulto corresponde a seu peso ideal dos 20 aos 30 anos.

"Por definição, baseada no cálculo do índice de massa corporal, obesidade é quando este indicador está acima de 35. A maioria dos pacientes possuem um histórico familiar e pessoal, que vem desde a infância e adolescência. Quando não, a própria inatividade física pode levar a obesidade. Tudo isso tem a ver com o nosso estilo de vida. O aumento do sedentarismo, tudo isso pode influenciar", explicou Sérvio Fidney.

Um indivíduo tem sobrepeso quando seu IMC está entre 25 e 29,9. O IMC, um cálculo que mede o peso relativo à altura, é o padrão usado por pesquisadores para definir o peso de uma pessoa de acordo com sua altura. Um adulto com um IMC de 30 ou mais é considerado obeso.

Obesidade é excesso de gordura comparado a massa muscular magra, ou um peso que é 30% acima do peso ideal para uma altura específica. Uma pessoa está obesa quando a quantidade de tecido adiposo é alta o bastante. Obesidade é uma desordem crônica, causada por uma variedade complexa de fatores.


Mais Lidas