Combate ao coronavírus

Pernambuco recebe mais de 177 mil doses de vacinas contra covid-19


O novo lote tem 133.200 doses da vacina Coronavac e 44.720 doses da vacina AstraZeneca Oxford. Veja como será a distribuição das vacinas

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 26/03/2021 às 11:30
Heudes Regis/SEI
FOTO: Heudes Regis/SEI
Leitura:

O Estado de Pernambuco recebeu, na manhã desta sexta-feira (26), mais de 177 mil doses de vacinas contra o novo coronavírus (covid-19).

Fabricantes

O novo lote tem 133.200 doses da vacina Coronavac e 44.720 doses da vacina AstraZeneca Oxford. Os imunizantes vão ser utilizados para ampliar a vacinação contra a covid-19 para o público acima dos 65 anos, em todas as cidades do Estado.

Além disso, segundo o Governo do Estado, com as vacinas vai ser possível também imunizar 100% dos idosos com mais de 70 anos e seguir com a vacinação dos quilombolas. Com esse novo lote, Pernambuco soma agora 1.438.880 doses recebidas, desde janeiro.

>> Pernambuco estende quarentena até 31 de março e iniciará novas medidas contra covid-19

“Estamos empenhando todos os esforços para reduzir o número de internações e óbitos, e a vacinação é a principal estratégia para conseguirmos êxito. Esta semana, Pernambuco bateu um recorde de imunizações num único dia, com 51 mil pessoas vacinadas. Então, quanto mais vacinas recebermos, mais condições nós teremos de aumentar a quantidade de pessoas protegidas contra essa doença”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Quarentena

O governador Paulo Câmara anunciou, em pronunciamento nessa quinta-feira (25), que o período de quarentena em Pernambuco foi prorrogado até o próximo dia 31 de março. Ao todo, serão 14 dias de medidas restritivas mais intensas para evitar a propagação da covid-19. De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, um novo Plano de Convivência entrará em vigor em todo o Estado, entre os dias 01 e 25 de abril.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Mais Lidas