Em 10 dias de quarentena, Procon interditou seis estabelecimentos em Pernambuco

O período de quarentena em todo o Estado de Pernambuco se estende até o dia 31 de março

FISCALIZAçãO
Em 10 dias de quarentena, Procon interditou seis estabelecimentos em Pernambuco

Equipes de fiscalização em rua no Centro do Recife para cumprimentos das medidas contra a covid-19 - Foto: Paulo Daniel/JC Imagem

O Procon Pernambuco informou que, nos 10 primeiros dias de quarentena, autuou 25 estabelecimentos e interditou seis no Estado. Ação foi conjunta com a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Os servidores passaram por 499 estabelecimentos, em 11 municípios da Região Metropolitana do Recife e do Interior. Vale lembrar que o período de medidas mais rígidas são para evitar a propagação da covid-19. 

Irregularidades

Neste fim de semana, o Corpo de Bombeiros interditou quatro marinas, todas em Maria Farinha, no município de Paulista, por estar com documentação irregular, um dos estabelecimentos apresentou documentação falsa e o responsável foi encaminhado para a delegacia.

Já na última semana, o Procon Pernambuco revelou que interditou uma Bomboniere, em Camaragibe; uma loja de móveis, em Jaboatão; uma loja de lingerie no Centro do Recife, e um bar no Hipódromo. Todos estavam abertos com atendimento ao cliente, entretanto, de acordo com o Procon, a maioria dos locais visitados estavam cumprindo com o decreto e, por isso, foram apenas tiveram orientações repassadas pelas equipes de fiscalização.

> Confira todas as regras de funcionamento das atividades durante quarentena em Pernambuco

> Saiba como será o funcionamento do comércio, em igrejas e praias de PE após extensão da quarentena

“O consumidor tem sido nosso principal fiscal. Das interdições feitas durante o período de quarentena, grande parte foram de denúncias realizadas em nossos canais de comunicação”, explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. 

Números das fiscalizações do Procon

  • 499 estabelecimentos visitados
  • 25 autuados
  • 6 interditados
  • 3 festas particulares terminadas
  • 11 municípios fiscalizados

Quarentena em Pernambuco

O governador Paulo Câmara anunciou, em pronunciamento nesta quinta-feira (25), que o período de quarentena em Pernambuco foi prorrogado até o próximo dia 31 de março. Ao todo, serão 14 dias de medidas restritivas mais intensas para evitar a propagação da covid-19. De acordo com o secretário estadual de saúde, André Longo, um novo Plano de Convivência entrará em vigor em todo o Estado entre os dia 01 e 25 de abril.

> Aulas presenciais em instituições de ensino de Pernambuco podem retomar no dia 5 de abril

Durante o período de quarentena em Pernambuco, ficarão proibidos de funcionar os serviços de bares e restaurantes; shoppings e galerias comerciais; óticas; salas de cinema e teatros; academias; salão de beleza e similares; comércio varejista de vestuário, calçados, eletroeletrônicos e linha branca, cama, mesa e banho e produtos de armarinho.

> "Cansado de ver gente morrendo", diz médico após PE ultrapassar 1.800 pessoas em UTI com covid-19

Além disso, escolas e universidades (públicas e privadas); clubes sociais , esportivos e agremiações; práticas e competições esportivas; praias, parques e praças; ciclofaixas de lazer, eventos culturais e de lazer, além dos sociais. Já as igrejas e demais templos religiosos poderão abrir para atividades administrativas e para preparação e realização de celebrações via internet.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.